Em queda nas pesquisas, Wilson dispara contra Silval

Em queda nas pesquisas de intenções de votos, o candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, Wilson Santos, mirou no seu principal adversário na disputa eleitoral: ele atacou o candidato à reeleição, governador Silval Barbosa (PMDB), durante o programa eleitoral gratuito, exibido no começo da tarde desta quarta-feira (8). O tucano criticou a área de …

08/09/2010 18:26



Em queda nas pesquisas de intenções de votos, o candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, Wilson Santos, mirou no seu principal adversário na disputa eleitoral: ele atacou o candidato à reeleição, governador Silval Barbosa (PMDB), durante o programa eleitoral gratuito, exibido no começo da tarde desta quarta-feira (8).

O tucano criticou a área de Educação do atual Governo e utilizou a imagem do promotor de Justiça Nilton César Padovan que, recentemente, propôs a instauração de um inquérito para investigar a responsabilidade da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) pela falta de professores na rede pública.

Wilson acusou o governo de não ter adotado as medidas cabíveis, para evitar que os alunos da rede pública ficassem sem professores durante o período eleitoral.

Em função das eleições, a Seduc está impedida de contratar, ainda que em caráter excepcional, professores para substituir os profissionais afastados do trabalho por motivos de licença médica, maternidade e, até mesmo, em casos de óbitos.

“O que está acontecendo com a Educação hoje é um descaso com a população, é incompetência do Governo do Estado, é caso de Justiça. A continuidade defendida por Silval é a continuidade de tudo que vem dando errado. Quem está de fora vê tudo com lentes cor-de-rosa, mas essa não é a realidade do dia-a-dia. A Educação é base de tudo, fator que define o futuro dos jovens”, disse o apresentador do programa tucano.

Antes de partir para o ataque, Wilson apresentou suas propostas para a Educação, que foram implantadas em Cuiabá e que, segundo ele, se eleito, serão estendidas para todo Estado. Entre elas, estão: o programa Bolsa Universitária, o cursinho de pré-vestibular MT-Vest, passe livre para estudantes, escolas em tempo integral e escolas profissionalizantes.

Continuidade

No seu espaço, na propaganda eleitoral na TV, o governador Silval Barbosa manteve o discurso de continuidade, para dar seguimento ao desenvolvimento do Estado, priorizando os setores da Saúde, Educação e Segurança. O peemedebista apresentou os investimentos de seu Governo, junto com Blairo Maggi (PR), nas áreas da Educação e Saúde.

O socialista Mauro Mendes (PSB) abriu seu programa apresentando seu crescimento nas pesquisas e falou sobre o Dia da Independência, comemorado ontem (7).

“Independência é trabalho. Independência é Educação. Independência é Saúde. Independência é ter um lar e comida na mesa. Independência é segurança. Independência é respeito. Independência é oportunidade. Sou a opção para que com sua independência você possa escolher um novo governador”, disse Mauro.

O candidato Marcos Magno, do PSOL, apresentou suas propostas de Governo para o setor da Educação.