Com “Fé e Alegria” Festival de Cururu e Siriri chega a sua 9ª edição

Cuiabá se prepara para a maior festa da Cultura Popular do Estado, o Festival de Cururu e Siriri. Em sua nona edição, este ano o festival acontece entre os dias 23 e 26 de setembro. Cerca de 40 grupos, dos cinco pólos que fazem parte do Território Cururu e Siriri, passarão pela arena do Parque …

20/09/2010 15:29



Cuiabá se prepara para a maior festa da Cultura Popular do Estado, o Festival de Cururu e Siriri. Em sua nona edição, este ano o festival acontece entre os dias 23 e 26 de setembro. Cerca de 40 grupos, dos cinco pólos que fazem parte do Território Cururu e Siriri, passarão pela arena do Parque de Exposições da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) para garantir o espetáculo nos quatros dias do evento.

É com orgulho que a presidente da Federação Mato-grossense de Cururu e Siriri, dona Domingas Leonor, fala que esta é a primeira vez que a Federação está à frente do festival na organização. “Tomamos essa responsabilidade com muita convicção, força, fé, determinação e trabalho. Esta nona edição do Festival Cururu Siriri possui grande significância para a Federação, pois estamos na tentativa de caminhar com as próprias pernas, trilhando um novo caminho”, afirma.

Neste ano, o evento conta com patrocínio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e da Prefeitura Municipal de Cuiabá e conta com parceiros como a Oi Futuro, O Boticário, o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) e Pontão da Viola-de-Cocho. Vale lembrar que a Secretaria Municipal de Transportes (SMTU) irá disponibilizar um número maior de ônibus a partir da meia-noite para atender o público.

De acordo com o secretário de Estado de Cultura, Oscemário Daltro, a Secretaria entende que este evento é importante para valorizar e difundir a cultura popular do Estado. “Precisamos valorizar a identidade e as raízes da cultura cuiabana e mato-grossense”, ressalta. Sobre o Festival, o secretário municipal de Cultura, Sérgio Cintra, afirma que o evento está “maior, quase gigante; porém, com o tempo será ainda maior e mais representativo da cultura cuiabana e mato-grossense”.

Cantadores de Cururu e Siriri, dançarinos e mestres da arte mato-grossense irão ser reunir durante os quatro dias para apresentar esta tradição de quase três séculos. No semblante, a expressão de alegria de quem tem a responsabilidade de conduzir a cultura popular. “Fé e Alegria” é o tema que marcará as apresentações. Além do canto, dança e ritmos, o evento agrega Mostra de Artesanato e gastronomia típica regional. A entrada é gratuita a fim de democratizar o acesso as manifestações populares e a estimular a formação de público.

O Território Cururu Siriri abrange cinco pólos em todo o Estado, compreendendo os seguintes municípios: Várzea Grande, Poconé, Livramento, Cáceres, Santo Antônio do Leverger, Barão de Melgaço, Rosário Oeste, Diamantino, Barra do Bugres, Tangará da Serra, Nobres, Nova Mutum, Jangada, Chapada dos Guiamarães e Cuiabá.

Confira a lista dos grupos que irão garantir a festa nos dias do Festival: Melhor idade Guto (Cáceres), Cuiabaninho Digoreste (Cuiabá), Flor do Jardim (Cuiabá), Compadre Mané da Roça (São Pedro de Joselândia), Bico de Prata (Santo Antônio do Leverger), Patucha (Chapada dos Guimarães), Flor de Laranjeira (Santo Antônio do Leverger, Esperança (Poconé), Cururu Pólo Tangará, Melhor idade de Varginha, Yaya (Cuiabá), Nhanha Santa (Várzea Grande), Garça Pantaneira (Santo Antônio do Leverger), Renovação de Varginha (Santo Antônio do Leverger), Raiz de Figueira (Barra do Bugres), Esperança (Nobres), Pássaro Tangará (Tangará da Serra), Tradição (Cáceres), Raízes Cuiabana (Cuiabá), Cururu Pólo Cuiabá, Passo Miudinho (Várzea Grande), Renascer Valo Verde (Santo Antônio do Leverger), Flor de Cambambi (Chapada dos Guimarães), Flor do Campo (Cuiabá), Coração Cuiabano (Cuiabá), Por do sol do Pantanal (Barão de Melgaço), Coração Franciscano (Cuiabá), Pixé (Nova Mutum), Unidos da Fronteira (Santo Antônio do Leverger), Tradição Coxiponês (Cuiabá), Voa Tuiuiú (Cuiabá) , Raizinha (Cuiabá), Criança Esperança (Cuiabá), Quilombola (Nossa Senhora do Livramento), Flor Ribeirinha (Cuiabá), Unidos da Avenida (Santo Antônio do Leverger), Araras Pantaneiras (Santo Antônio do Leverger), Vitória Régia do Pantanal (Santo Antônio do Leverger)e Viola de Cocho (Cuiabá) e os grupos de Cururu dos Pólos de Cáceres, Tangará da Serra, Cuiabá e Santo Antônio do Leverger.

Confira a programação em anexo.

SERVIÇO:

O que: 9º Festival de Cururu e Siriri

Local: arena do Parque de Exposições da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat)

Data: 23 a 26 de setembro

Horário: a partir das 19h

Entrada Gratuita

Mais informações:

Pontão da Viola-de-Cocho – 3613-0222

Domingas Leonor – 8415-4922

Cybelle Bussiki – 8408-0097

Vicente Paula – 9998-5840

Ariane Laura – 9266-8353