Dólar registra desvalorização no dia e no mês

O dólar comercial operou em baixa durante toda a sexta-feira (24) e completou a quarta semana consecutiva de desvalorização. No encerramento da jornada a moeda apontava desvalorização de 0,52%, a R$ 1,711 na venda. Na mínima, a divisa foi a R$ 1,708. Na semana, o dólar perdeu 0,47%, e já está 2,62% mais barata agora …

27/09/2010 09:26



O dólar comercial operou em baixa durante toda a sexta-feira (24) e completou a quarta semana consecutiva de desvalorização. No encerramento da jornada a moeda apontava desvalorização de 0,52%, a R$ 1,711 na venda. Na mínima, a divisa foi a R$ 1,708. Na semana, o dólar perdeu 0,47%, e já está 2,62% mais barata agora em setembro.

As vendas de dólar entre os bancos passou dos US$ 3 bilhões. Na semana, o interbancário teria movimentado mais de US$ 10 bilhões.

A formação de preço sofre impacto dos dólares que vem ao Brasil tomar parte na oferta da Petrobras e também reflete fatores externos. Conforme lembrou o analista de câmbio da BGC Liquidez, Mário Paiva, a moeda americana não cai só aqui, ela cai no mundo inteiro.

No câmbio externo, o euro voltou a ganhar valor e retomou a linha de US$ 1,34.

Dando força aos ativos de risco, o VIX, que meda a volatilidade das opções do mercado americano e é visto como um termômetro da aversão ao risco, caía mais de 8,5%, maior baixa em três semanas.

Segundo Paiva, não tem como contrariar um fundamento básico da economia: se a oferta do bem é maior do que a demanda, seu preço cai. É isso que acontece com o dólar e é isso que torna meramente pontuais as intervenções do governo, via Banco Central (BC) e Fundo Soberano do Brasil (FSB).

Ainda de acordo com o analista, a moeda deve seguir entre R$ 1,70 e R$ 1,80 até o encerramento do ano.