Silval contra-ataca Mauro Mendes

Depois de sofrer ataques dos adversários, o governador Silval Barbosa (PMDB), candidato à reeleição, resolveu dar o troco. Na propaganda eleitoral divulgada neste final de semana pela coligação Mato Grosso Para Todos, a frentinha formada pelo PRB, PTN, PSC, PTC, PRP e PCdoB investe contra o empresário Mauro Mendes (PSB), que aparece em segundo lugar …

28/09/2010 08:52



Depois de sofrer ataques dos adversários, o governador Silval Barbosa (PMDB), candidato à reeleição, resolveu dar o troco. Na propaganda eleitoral divulgada neste final de semana pela coligação Mato Grosso Para Todos, a frentinha formada pelo PRB, PTN, PSC, PTC, PRP e PCdoB investe contra o empresário Mauro Mendes (PSB), que aparece em segundo lugar nas pesquisas eleitorais.

Transmitida nos intervalos da programação das emissoras, a propaganda mostra imagens de Mendes com o locutor dizendo que o candidato já foi condenado pela Justiça por não ter a conta aprovada pela Justiça Eleitoral de primeira instância. Outra acusação é de que Mauro tentou comprar o apoio de um partido também na eleição de 2008.

O candidato a vice-governador de Mauro, deputado estadual Otaviano Pivetta (PDT), também é citado por ter tido o nome relacionado ao caso da Cooperlucas.

O terceiro a ser citado é o candidato a senador pela coligação, o ex-procurador da República Pedro Taques. Contra o Taques, o locutor se limita a dizer que ele apoia os outros dois. “Dá para confiar nessas pessoas?”, finaliza o locutor.

A assessoria jurídica da coligação, representado pelo advogado Paulo Taques, já entrou com uma representação no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) pedindo a suspensão da propaganda e também direito de resposta. “Teremos direito de resposta para repor a verdade, porque tudo o que foi dito é mentira”, afirmou Taques.

A propaganda eleitoral gratuita termina nesta quinta-feira, dia 30, no rádio e na TV.

A frentinha Mato Grosso Para Todos, que tem apenas candidatos a deputado estadual e federal, mas apoia Silval Barbosa como candidato majoritário, é autora da maioria das representações contra os outros candidatos ao governo. Agora o espaço na TV da frentinha também é utlizado a favor do governador.

A propaganda contra Mendes, no entanto, é apenas uma reação contra os ataques do empresário, que tem utilizado boa parte seu programa eleitoral nessa reta final para fazer críticas aos pontos fracos do governo, explorando o escândalo do maquinário, onde R$ 44 milhões foram superfaturados na compra de maquinários distribuídos para os municípios do Estado.

As assessorias dos dois candidatos já travam uma guerra jurídica. O representante do governador, advogado Francisco Faiad, entrou com uma ação por danos morais contra Mauro por ele ter associado o nome de Silval ao do ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro.

O governador já ganhou diversos direitos de repostas. Nesse espaço, a assessoria de marketing faz questão de ressaltar que “bateu o desespero no concorrente”, diante das últimas pesquisas eleitorais que apontam vitória de Silval no primeiro turno. A defesa entrou com um direito de resposta para os três.