Projeto Vale Luz disponibiliza opção de troca dos produtos recicláveis por alimentos

O Projeto Vale Luz é um dos projetos de responsabilidade social desenvolvido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs-MT). Na sexta-feira (01.10), os parceiros do projeto e o secretário Jean Estevan assinaram um aditivo que amplia as vantagens para os participantes do programa, que a partir …

03/10/2010 07:56



O Projeto Vale Luz é um dos projetos de responsabilidade social desenvolvido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs-MT). Na sexta-feira (01.10), os parceiros do projeto e o secretário Jean Estevan assinaram um aditivo que amplia as vantagens para os participantes do programa, que a partir de segunda-feira (04.10), poderão trocar garrafas plásticas em geral e latas de alumínio por cupons de abatimento na conta de energia elétrica e também por alimentos nos cinco postos de troca do projeto, localizados na rede de Supermercados Modelo.

Para o secretário Jean Estevan a ampliação do Vale Luz representa a abertura de novas perspectivas para o projeto de auto-sustentabilidade. “O Vale Luz é um projeto simples, desenvolvido com o grande objetivo de fomentar a consciência ambiental, ideal este que tem crescido a cada dia e conquistado adeptos de vários segmentos da sociedade”, afirmou o secretario.

Já o diretor de marketing do Supermercado Modelo, Sidney Maciesky, avalia que possibilidade de troca das garrafas e latas de alumínio por alimentos deve atrair mais pessoas a participarem da ação e ajudar no despertar da consciência ecológica. “A conta de luz nós pagamos uma vez por mês e as pessoas podem acumular cupons para o desconto na conta de energia. Com o alimento as coisas são diferentes, todo dia precisamos de uma coisa ou outra, por isso, acredito que haverá um aumento no número de transações e na participação de pessoas”, explicou.

O Projeto Vale Luz é um projeto social, com foco na preservação ambiental. Qualquer pessoa pode trocar garrafas plásticas e latas de alumínio e se beneficiar dos incentivos do programa. Além da Setecs e do Supermercado Modelo, são parceiros do projeto a Bioterra Indústria de Reciclagem, a Bimetal Indústria Metalúrgica e a Rede Cemat.

O projeto conta também com o apoio da Buffet Leila Malouf, Clínica Veterinária São Francisco de Assis, Secretaria Estadual de Educação (Seduc), Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Clube Garage, Grifort, Restaurante Haru, Condomínio Jardins, Cartório do 6º Ofício, Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 23ª Região, Tribunal de Contas e Unimed Cuiabá.

NOVAS ADESÕES

A reunião ocorrida na última sexta-feira, além do lançamento do novo aditivo do Projeto Vale Luz, também teve como objetivo, a adesão de mais um parceiro, a Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB). O presidente da instituição, Newton Fiorenza, destacou a importância do programa diante do grande consumo que acontece diariamente no local. “Pela localização da AABB, que margeia o Rio Coxipó, precisamos de iniciativas que se preocupem com o meio ambiente. Já desenvolvemos alguns projetos e o Vale Luz completa nossas ações”, destacou.

CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL

Todos os parceiros do Vale Luz irão receber nos próximos dias um certificado de participação social no projeto. “O certificado servirá como um reconhecimento do engajamento do parceiro no trabalho de responsabilidade social que está sendo desenvolvido pelo Governo do Estado, com a colaboração dos diversos participantes”, explicou o secretário Jean Estevan.

Todos os certificados serão entregues em papel reciclável e devem contribuir para a expansão da ação. De acordo com o proprietário da empresa Bioterra, Odivaldo Santos, o Projeto Vale Luz fomenta a idéia de reciclagem, necessária para sobrevivência da espécie humana. “Precisamos manter nossos ecossistemas livres da poluição, por isso, vejo que o lixo deve ser visto como parte de cadeia produtiva na forma de um produto reutilizável”, ressaltou Odivaldo.

Já a representante da Seduc, Gisele Gomes, destacou a necessidade de se repensar o consumo exacerbado da sociedade atual. “Não podemos continuar com o padrão de consumo que a sociedade atual possui. Reciclar é bom, importante, entretanto, precisamos evitar o desperdício e reavaliar a forma que usamos nossos recursos. Não há a necessidade de se radicalizar, mas atitudes simples podem fazer a diferença, por exemplo, o copo descartável, produto essencial nas repartições públicas, onde há um grande número de visitantes. Na Seduc, os servidores do órgão evitam o uso do produto e temos optado pela utilização de copos de vidro, que podem ser lavados e usados indefinidamente”, pontuou.

O chefe do núcleo de Gestão Sócio-ambiental do TRT, Maurício de Melo Snowareski, disse que a entidade, que aderiu ao projeto há mais ou menos dois meses, já pensa em expandir a ação. “Inicialmente disponibilizamos as big-bags do Vale Luz para nossos servidores, mas começamos a observar que as pessoas que freqüentavam o tribunal também estavam levando suas garrafas plásticas e latas de alumínio. Como a arrecadação de produtos tem crescido gradativamente, já estamos estudando a possibilidade de reverter o material arrecadado para beneficiar entidades filantrópicas de Cuiabá”.

Por fim, o representante da Rede Cemat, Adriano Mendes Silva, falou sobre a parceria com o Governo do Estado e a necessidade de contribuir com a ação. “A Cemat é concessionária de serviço público e assim como a sociedade está preocupada com o meio ambiente. Estamos satisfeitos de participar de um projeto com envergadura do Vale Luz”, disse.

BAÍA DE CHACORORÉ

Entre as últimas ações do Vale Luz está a participação, por meio da Bioterra, no processo de retirada de mais de 15 toneladas de lixo da Baía de Chacororé, no Pantanal Mato-grossense.

No arrastão encabeçado pela Sema estavam presentes instituições públicas e privadas. Do local foram retiradas muitas garrafas plásticas, e até eletrodométicos, como geladeira e televisão. Os produtos recicláveis serão pesados e serão convertidos para o Abrigo de Idosos Bom Jesus de Cuiabá e Cooperativa de Catadores.

POSTOS DE TROCA

A troca das garrafas plásticas (que podem ser desde Pets, embalagens de amaciante, água sanitária, etc) e latas de alumínio em (Troca em pela palavra por) cupons de descontos de energia elétrica ou alimentos pode ser realizada em nos Supermercados Modelo da Av. Miguel Sutil, Ponte Nova, Coxipó, CPA3, e Aeroporto, em Várzea Grande. A pesagem pode ocorrer diariamente entre 8h e 18h