Colômbia e Brasil assinam acordo inédito para intercâmbio de genética

O acordo é resultado da parceria entre o criador João Leopoldino Neto, do Brahman Canaã, e Julio Olaya, representante de vários criadores colombianos. “O objetivo do intercâmbio é oferecer aos criadores brasileiros novas alternativas de linhagens para ampliar as opções genéticas do Brahman no Brasil”, afirma o cônsul comercial e diretor da Proexport Colômbia, Carlos …

12/10/2010 11:35



O acordo é resultado da parceria entre o criador João Leopoldino Neto, do Brahman Canaã, e Julio Olaya, representante de vários criadores colombianos.

“O objetivo do intercâmbio é oferecer aos criadores brasileiros novas alternativas de linhagens para ampliar as opções genéticas do Brahman no Brasil”, afirma o cônsul comercial e diretor da Proexport Colômbia, Carlos Rodríguez.

Além de Leopoldino Neto e de Olaya, que assinarão o contrato, estarão presentes, na ocasião, presidentes de associações de gado da Colômbia e do Brasil, pesquisadores e criadores de Brahman de diversos países.

Durante o Congresso, no Leilão de Touros (dia 23/10, às 13h00), pela primeira vez, os criadores brasileiros terão a oportunidade de adquirir sêmen de um touro da Colômbia. Serão ofertados lotes de 30 doses de sêmen do JPS Nerú Manso 005/D5.

O reprodutor pertence à JPS Ganadería, da criadora colombiana Martha Elena Quiros González, que levou dois anos para se adequar às normas sanitárias para se habilitar a exportar produtos para o Brasil.

A Colômbia é um dos principais produtores de Brahman do mundo e reconhecida pela qualidade dos animais. Do seu rebanho total, estimado em 23 milhões de cabeças (de corte e leiteiro), 50% são animais Brahman comerciais e 85% têm sangue Brahman.