Cabos eleitorais fazem protesto e cobram Deucimar

Diversos cabos eleitorais contratados pelo presidente da Câmara de Cuiabá, Deucimar Silva (PP), na campanha a deputado estadual, reivindicaram o pagamento em forma de protesto hoje  pela manhã na Casa de Leis. Um grupo de 10 pessoas está no Plenário para tentar falar com o vereador e cobrar a dívida que deveria ter sido quitada …

19/10/2010 13:38



Diversos cabos eleitorais contratados pelo presidente da Câmara de Cuiabá, Deucimar Silva (PP), na campanha a deputado estadual, reivindicaram o pagamento em forma de protesto hoje  pela manhã na Casa de Leis. Um grupo de 10 pessoas está no Plenário para tentar falar com o vereador e cobrar a dívida que deveria ter sido quitada na última semana.

Os cabos querem o cumprimento de um contrato de trabalho temporário que renderia a cada um R$ 200 por mês, sendo que até o dia três de outubro o valor acumulado seria de R$ 600. Conforme Jucileide Maria de Moraes Lima a maioria dos contratos foi paga somente pela metade.

“Fizemos uma reunião com o Deucimar e ele prometeu pagar tudo até a última quinta-feira. Mas o combinado não foi cumprido e, por isso, viemos aqui tentar receber”, disse em entrevista ao Olhar Direto.

Ela disse ainda que os coordenadores da campanha de Deucimar Silval alegam não saber da dívida. O vereador ainda não sinalizou nenhuma reunião com os trabalhadores e não compareceu ao Plenário. A assessoria de imprensa disse que até o momento ele não vai se manifestar.

Deucimar, que já disputou seis eleições todas para vereador, teve 15.781 votos e ficou na segunda suplência do PP, que fez uma bancada com 5 parlamentares (José Riva, Ezequiel da Fonseca, Airton Português, Walter Rabello e Carlos Azambuja).