Governo de MT assina acordo para mudar a rota da entrega do gás boliviano

O governador Silval Barbosa conseguiu o compromisso do presidente da estatal boliviana de energia Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Carlos Villegas, para melhorar a forma do transporte do gás natural que o Estado compra do país vizinho, em reunião hoje (21), em Santa Cruz de La Sierra. Na reunião, Silval e Villegas assinaram um acordo para …

21/10/2010 17:19



O governador Silval Barbosa conseguiu o compromisso do presidente da estatal boliviana de energia Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Carlos Villegas, para melhorar a forma do transporte do gás natural que o Estado compra do país vizinho, em reunião hoje (21), em Santa Cruz de La Sierra.

Na reunião, Silval e Villegas assinaram um acordo para que a cota de gás que a usina vende para Mato Grosso seja entregue em San Matias, ao invés de Corumbá (MS). Villegas é presidente da YPFB e tem status de ministro no país.

Depois da reunião, o governador de Mato Grosso e o presidente da YPFB atenderam à imprensa boliviana. Os dois ressaltaram a importância e a necessidade de Mato Grosso e Bolívia estreitarem o relacionamento comercial, em função da proximidade territorial. Mato Grosso é o Estado que faz a divisa na fronteira do Brasil com a Bolívia.

O governador está acompanhado do secretário de Indústria, Comércio, Minas e Energia, Pedro Nadaf , do secretário-chefe da Casa MiIitar,cCoronel Antonio de Moraes, do prefeito de Cuiabá, Francisco Galindo, do diretor-presidente da Pantanal Energia, Fábio Garcia, e do diretor de Orçamento e Finanças da Agecopa, Jefferson de Castro.

O diretor de Orçamento e Finanças da Agecopa foi um importante interlocutor desde o início das negociações ocorridas, há aproximadamente três anos. Jefferson era, na época, secretário-adjunto da Casa Civil de Mato Grosso e representante do escritório do Governo em Brasília.