Vereador tucano diz que Gestão de Deucimar é desastrosa

O clima tenso entre o vereador Antônio Fernandes (PSDB) e o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Deucimar Silva (PP), voltou a esquentar. Desta vez, o progressista lançou um desafio aos colegas: fazerem oposição à sua gestão. E acabou recebendo um duro contra-ataque por parte do tucano. Revoltado com as declarações de Deucimar, Fernandes enumerou …

23/10/2010 12:00



O clima tenso entre o vereador Antônio Fernandes (PSDB) e o presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Deucimar Silva (PP), voltou a esquentar. Desta vez, o progressista lançou um desafio aos colegas: fazerem oposição à sua gestão. E acabou recebendo um duro contra-ataque por parte do tucano.

Revoltado com as declarações de Deucimar, Fernandes enumerou os motivos que o levam a enfrentar, diariamente, o parlamentar progressista. Durante a posse do suplente de vereador Thiago Nunes (PSDB), na quinta-feira (21), Deucimar disse que gostaria que todos os vereadores cuiabanos fossem oposição a ele e, que mesmo assim, faria” a melhor gestão do Legislativo dos últimos tempos”.

Fernandes criticou a postura e a prepotência do presidente do Poder, ressaltando os vários problemas pelos quais a Câmara de Cuiabá tem passado, desde que o vereador do PP assumiu o comando da Casa. Deucimar, inclusive, ameaçou Fernandes e o caso foi parar na Polícia Civil. Na Justiça, o presidente assumiu compromisso de se manter “na linha” durante seis meses.

O vereador tucano contra-atacou e afirmou ter certeza de que a gestão de Deucimar será “uma das piores de todos os tempos, acumulando escândalos, falta de transparência e obras inacabadas”. Ele citou, entre os principais motivos, a ausência de transparência com os gastos na Câmara e a completa falta de estrutura nos gabinetes.

“Deucimar não publica a planilha de gastos mensais do poder, algo em torno de R$ 1.800.000. O presidente tanto falou de sua obra que, até hoje, não a entregou nem parcialmente. Os gabinetes dos vereadores não têm nenhuma condição de trabalho, computadores e impressoras não funcionam, só pra lembrar alguns motivos”, pontuou Fernandes.

O vereador tucano ainda lamentou a falta de humildade do presidente da Câmara, que, segundo ele, toma decisões pensando apenas nele e não gosta de ser criticado.

“Infelizmente, [Deucimar] é um vereador despreparado para estar na presidência. Um vereador que não aceita que discordem dele, parte para ameaças. Um vereador que inventou denúncias de compra de votos na eleição da Mesa e não consegue provar nada, expondo todo o Parlamento ao ridículo. Um vereador que age assim não tem controle emocional para presidir”, criticou Fernandes.

Outro lado

Por meio da assessoria de imprensa, o presidente da Câmara afirmou que se, houver excesso nas declarações de Fernandes, o caso será tratado no Conselho de Ética. No mais, ele não irá se pronunciar sobre o assunto