Em meio à crise política, Murilo é internado em SP

O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR) está internado, desde a semana passada, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento na coluna vertebral. A informação foi confirmada pelo irmão do prefeito que o acompanha, Toninho Domingos, em entrevista ao MidiaNews, nesta quarta-feira (3). Segundo Toninho, Murilo sentiu dores na coluna na semana …

03/11/2010 12:04



O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos (PR) está internado, desde a semana passada, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento na coluna vertebral. A informação foi confirmada pelo irmão do prefeito que o acompanha, Toninho Domingos, em entrevista ao MidiaNews, nesta quarta-feira (3).

Segundo Toninho, Murilo sentiu dores na coluna na semana passada e foi levado para São Paulo, onde se submeteu a uma cirurgia no sábado (30). Ele afirmou que o prefeito já teve problemas deste tipo, na época em que foi deputado federal, chegando a fazer uma cirurgia em Brasília.

“De acordo com o médico, a coluna estava comprimindo um nervo e dando dor nas costas e nas pernas. Dessa forma, entendemos melhor vir fazer esse tratamento aqui em São Paulo. A cirurgia foi tranquila e Murilo passa bem. Hoje, inclusive, não está sentindo dor e andando normalmente”, afirmou.

Devido à boa recuperação, Toninho destacou que a expectativa é de que o republicano tenha alta entre hoje e amanhã (4). Sendo assim, deverá retornar ao Estado ainda nesta semana, onde terá de permanecer em repouso.

Questionado sobre a administração municipal, Toninho afirmou que o irmão não tirou licença, uma vez que pode se ausentar por até 15 dias do cargo. No entanto, ele destacou que, assim que retornar para Várzea Grande, Murilo deve se afastar do cargo, para que possa continuar o tratamento com fisioterapia e restabelecer a saúde.

Com a possível licença do republicano, o vice-prefeito Sebastião dos Reis Gonçalves, conhecido como Tião da Zaeli (PR) deve assumir o cargo.

Problemas cardíacos

Em novembro de 2008, Murilo sofreu um infarto e foi encaminhado, às pressas, para a Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Santa Rosa, em Cuiabá. Na época, o prefeito foi submetido a um desfibrilamento da veia para colocar um stend (espécie de mola) e normalizar o fluxo sanguíneo, bem como os batimentos cardíacos.

No mesmo período, Murilo iniciou um tratamento contra o tabagismo. Além dos problemas cardíacos, ele sofre de diabetes e pressão alta.

Em março passado, o republicano sofreu novo infarto, enquanto tomava banho em sua residência e foi novamente encaminhado ao Hospital Santa Rosa, onde foi submetido a um cateterismo, para desobstrução das veias entupidas.

Crise política

Além da saíde frágil, Murilo Domingo enfrenta problemas de caráter político. Ele tem sido denunciado, constantemente, por suposta improbidade administrativa. Pedidos de cassação do mandato foram barrados na Câmara Municipal, onde o prefeito tem maioria.

Murilo teve o mandato cassado por decisão judicial, mas se mantém no cargo após obter liminar em recurso. O republicano está em seu segundo mandato na Prefeitura da Cidade Industrial.