Para Maggi, derrota de Dilma não vai prejudicar MT

 O senador eleito Blairo Maggi (PR) avaliou que a eleição da petista Dilma Rousseff para a Presidência da República representa a continuidade dos investimentos feitos pelo Governo Federal, sob Lula, em Mato Grosso, principalmente na área de logística. Dilma foi eleita no último dia 31 de outubro, com 55.752.529 votos e entrou para a história …

03/11/2010 09:33



 O senador eleito Blairo Maggi (PR) avaliou que a eleição da petista Dilma Rousseff para a Presidência da República representa a continuidade dos investimentos feitos pelo Governo Federal, sob Lula, em Mato Grosso, principalmente na área de logística.

Dilma foi eleita no último dia 31 de outubro, com 55.752.529 votos e entrou para a história do Brasil por ser a primeira mulher a se tornar presidente da República.

“A vitória da Dilma representa, para todos nós mato-grossenses, a sequência de investimentos e de projetos que vêm sem feitos pelo Governo Federal. Com essa vitória, temos a garantia que não iremos perder esses recursos”, afirmou Maggi.

O ex-governador lamentou a derrota da petista no Estado e afirmou que faltou engajamento por parte de algumas lideranças políticas na campanha. Em Mato Grosso, o candidato derrotado José Serra (PSDB) obteve a maioria dos votos válidos: 762.905 contra 729.747 de Dilma, representando uma diferença de 33.158 votos.

“Deveríamos ter ganhado aqui no Estado, inclusive, em função da parceria com o Governo do presidente Lula, dos investimentos e recursos liberados para Mato Grosso. Mas, enfim, democracia é isso. Tenho certeza de que, com a Dilma na Presidência, o Estado continuará ganhando”, disse.

Questionado sobre a relação entre o Congresso Nacional e a futura administração, Maggi afirmou que trabalhará alinhado com o Governo, obedecendo aos seus princípios e conceitos