Governador Silval Barbosa reafirma compromisso com a construção do novo parque de exposição

O governador Silval Barbosa voltou a reafirmar o seu compromisso com os pecuaristas mato-grossenses durante o evento de posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira (12.10). Assume o cargo de presidente da entidade para o triênio 2010-2013, Vicente Falcão, que também ocupa a Secretaria Extraordinária de Apoio às …

12/11/2010 17:35



O governador Silval Barbosa voltou a reafirmar o seu compromisso com os pecuaristas mato-grossenses durante o evento de posse da nova diretoria do Sindicato Rural de Mato Grosso, na manhã desta sexta-feira (12.10). Assume o cargo de presidente da entidade para o triênio 2010-2013, Vicente Falcão, que também ocupa a Secretaria Extraordinária de Apoio às Políticas Fundiárias e Ambientais de Mato Grosso.

“Quero reafirmar o meu compromisso com a classe dos pecuaristas. Tenho dito que o nosso Estado de Mato Grosso é um desafio permanente. Mas não é um desafio apenas para o governo, e sim, para todos que aqui atuam”, disse o governador Silval Barbosa ao falar aos produtores, filiados ao sindicato e da Acrimat, que “têm sido muito importantes no processo de desenvolvimento que Mato Grosso está passando e pelo muito que tem que ser feito”.

Silval Barbosa enfatizou que os produtores não podem ter dificuldade com o governo. “O governo entende que quem promove o desenvolvimento, a geração de emprego, quem promove as riquezas para alavancar toda a estrutura do Estado é a classe produtora”,disse.

Um dos enfretamentos a ser encarado pelo Poder Executivo e pelos produtores rurais, segundo o governador é a questão do novo Código Ambiental. Silval Barbosa disse que não se pode mais viver um quadro de instabilidade, de contradições de legislações federal com a estadual. “Essa instabilidade incomoda. Todos os produtores querem uma regra clara. E esse é o nosso desafio, buscar o máximo de entendimento, acabando com esse conflito que existe entre os entes federados”.

Quanto ao novo Parque de Exposição, o governador Silval Barbosa foi enfático. “Já afirmei aqui e reafirmo o compromisso, não só quanto à área que já cedemos, o governo vai estar presente para consolidar a nova estrutura – um sonho de 14 anos, que estava apenas em uma portaria – e fazer um parque que seja orgulho, não só dos pecuaristas, mas de Mato Grosso e do Brasil”. Silval Barbosa informou que vai estar na próxima semana em Brasília, conversando com a bancada federal e vai pedir que se incluam emendas voltadas para o Parque de Exposição.

O presidente empossado, Vicente Falcão disse que a gestão da nova diretoria tem que ser melhor que a anterior. “Nós temos que ser melhores”, avisa. Como desafio lembra que irá fazer a última Expoagro no atual Parque de Exposição Senador Jonas Pinheiro em 2011, e a primeira no novo parque a ser construído na avenida Palmiro Paes de Barros. “Eu não tenho receio dessa mudança. Cuiabá é a capital do Estado, mas temos que trabalhar para transformar na ‘capital’ da pecuária brasileira”.

O ex-presidente Mário Cândia destacou como avanço realizado – devido a parceria do Governo do Estado – a construção da rede de esgoto do Parque de Exposição e a estação elevatória. “Hoje o parque de exposição é um condomínio que tem o esgoto 100% tratado e o projeto de regularização de combate a incêndio está 100% instalado”.

O presidente da Famato, Rui Prado, disse que a base territorial do Sindicato Rural de Cuiabá não é de grandes produtores. Mesmo assim é o sindicato mais importante pois é o que irradia, é o formador de opinião, pois é na capital que se realiza a mais importante exposição agropecuária, não só para Mato Grosso, como para o Brasil. Segundo ele, a mudança do Parque de Exposição é fundamental para a produção e para o agronegócio. Ele destacou ainda que Mato Grosso dá exemplo na produção de carne.

Estiveram presentes na posse da nova diretoria o superintendente federal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Chico Costa; presidente do Indea-MT, Volney Corrêa; secretário-adjunto da Sema, Júlio Bochega; ten. cel. Walter, representando o comando Geral da PM/MT; Jair Durigon, presidente do Imeq; professora Solagem Barros, diretora Técnica e Científica da Fapemat; secretário-adjunto da Seder, Luiz Alécio; Daltro Vasconcelos, presidente da Fabov, Gilberto Porcel, deputado federal Homero Pereira.