Governador analisa projetos para Copa de 2014 que colocarão MT em destaque mundial

Melhorar estruturalmente Cuiabá, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, com construções significativas que sejam um legado útil à população. Com essa proposta o governador Silval Barbosa recebeu em seu gabinete, na manhã desta terça-feira (23.11), no Palácio Paiaguás, o arquiteto e doutor em economia Augusto Boccara, que apresentou alguns projetos ao chefe …

23/11/2010 15:41



Melhorar estruturalmente Cuiabá, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, com construções significativas que sejam um legado útil à população. Com essa proposta o governador Silval Barbosa recebeu em seu gabinete, na manhã desta terça-feira (23.11), no Palácio Paiaguás, o arquiteto e doutor em economia Augusto Boccara, que apresentou alguns projetos ao chefe do Executivo Estadual para serem construídos na Baixada Cuiabana.De acordo com Boccara, são projetos que poderão ser implementados imediatamente e outros a curto prazo, mas por se tratar de um evento efêmero os investimentos que giram em torno desse advento devem ser bem empregados. “Ao aplicar esses recursos deve-se ter noção que as obras devem perdurar depois da Copa. O que apresentamos ao governador foram projetos originais e únicos que vão dar a Mato Grosso um papel de destaque em escala mundial”, finalizou.
Augusto Boccara elogiou a receptividade de Silval Barbosa, bem como a sua serenidade quanto à análise dos projetos apresentados para decidir o que será melhor para Mato Grosso. Por isso, conforme o arquiteto, os projetos escolhidos pelo governador, em conjunto com a Agecopa serão divulgados futuramente. “A pedido do governador apresentamos sugestões que foram bem vistas. Boa parte delas giram em torno da Copa do Mundo de 2014. Ele vai analisar juntamente com sua equipe e decidir o que é viável e importante para a este grande evento”, informou.

Uma das grandes preocupações, segundo o secretário Extraordinário de Projetos Estratégicos, Renaldo Loff, que participou da reunião, além da Copa de 2014 em si é o pós Copa e o que essas construções trarão de bom para a população. “O entendimento do Governo do Estado é atrair investimentos que sejam úteis depois de eventos desse porte, para permanência de visitação do público, que tenham sustentabilidade a médio e a longo prazo para fomento ao turismo e à economia”.

Augusto Boccara é italiano, naturalizado no Brasil e é um dos grandes nomes da arquitetura mundial, com trabalhos desenvolvidos em Dubai, nos Emirados Árabes.