A água do mar pode servir como antena de rádio

A SPAWAR System Center Pacific, organização da marinha americana, descobriu uma forma de utilizar a água do mar como antena de rádio para receber e transmitir sinais a partir da indução magnética. O processo se dá pelo bombeamento do fluxo de água marítima, vindo de uma corrente, que gera sinais radiofônicos. De acordo com a …

05/12/2010 09:18



A SPAWAR System Center Pacific, organização da marinha americana, descobriu uma forma de utilizar a água do mar como antena de rádio para receber e transmitir sinais a partir da indução magnética.

O processo se dá pelo bombeamento do fluxo de água marítima, vindo de uma corrente, que gera sinais radiofônicos. De acordo com a força da corrente e da consequente altura do jato, estabelece-se o alcance das ondas de frequência de rádio HF, VHF ou UHF.

A simplicidade do design facilita e permite variações no uso. Pode ser utilizada em embarcações militares, pois estas possuem um espaço limitado para as antenas atuais, ou em embarcações marítimas comerciais em situação de emergência ou como backup de antena.

“Navios da marinha americana têm cerca de 80 antenas. Executar a integração entre as elas é um grande desafio, pois elas interferem facilmente entre si. A antena de água do mar foi criada para resolver este problema”, disse Daniel Tam, engenheiro da SS Pacific.

Ainda não há previsão de quando essa antena receberá a patente ou será utilizada ou comercializada, mas as pesquisas continuam.