Com recuo da carne bovina, preço das carnes no atacado sofre realinhamento

O acompanhamento, feito pelo AviSite, dos preços das três carnes no atacado da cidade de São Paulo deixa bem claro o que vem ocorrendo (gráfico abaixo). Por exemplo: até um mês atrás, aproximadamente, a carne bovina (base: dianteiro) alcançava – em relação ao valor registrado no início de 2010 – valorização média de 66%, enquanto …

08/12/2010 17:38



O acompanhamento, feito pelo AviSite, dos preços das três carnes no atacado da cidade de São Paulo deixa bem claro o que vem ocorrendo (gráfico abaixo). Por exemplo: até um mês atrás, aproximadamente, a carne bovina (base: dianteiro) alcançava – em relação ao valor registrado no início de 2010 – valorização média de 66%, enquanto as carnes suína (base: carcaça suína especial na distribuição de São Paulo) e de frango (base: inteiro resfriado in natura no grande atacado de São Paulo) permaneciam quase 50 pontos percentuais abaixo, com valorização de apenas 17%.

Mas de novembro para cá tudo mudou. Pelo menos para a carne bovina. Pois enquanto frango e suíno continuaram em marcha relativamente estável, o preço da carne bovina no atacado paulista simplesmente despencou, registrando perda de mais de 25% em cerca de 30 dias.

Resultado: considerados os valores obtidos na última segunda-feira (fonte: www.jox.com.br), os preços obtidos pelas três carnes apresentaram, pela primeira vez neste ano, índices praticamente idênticos de valorização, com ganhos que variam entre 21% e 26%.

Obviamente, esses valores variam conforme os tipos de produto e de comercialização. Mas indicam uma tendência que deixa uma indagação: e depois das Festas, como fica?