Dnit: Pagot continua à frente do órgão

 A manutenção do atual diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Luiz Antônio Pagot, é uma escolha pessoal da presidente eleita Dilma Rousseff. Mais que por sua atuação, de Blairo Maggi e do PR de Mato Grosso na campanha, e do retorno de colega republicano Alfredo Nascimento ao Ministério dos Transportes, pesou a …

10/12/2010 14:58



 A manutenção do atual diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Luiz Antônio Pagot, é uma escolha pessoal da presidente eleita Dilma Rousseff. Mais que por sua atuação, de Blairo Maggi e do PR de Mato Grosso na campanha, e do retorno de colega republicano Alfredo Nascimento ao Ministério dos Transportes, pesou a alta avaliação do trabalho de Luiz Antonio Pagot à frente do órgão. Especialmente no desempenho das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão sob sua responsabilidade.

   No mesmo dia em que Dilma confirmou ao governador Blairo Maggi que Pagot permaneceria, pela manhã o presidente Lula havia anunciado os resultados do PAC. Momentos antes ainda, o Grupo de Monitoramento do PAC, o GPAC, concluía reunião em que apontava o Dnit como órgão cumpridor em primeiro lugar das metas do programa na área de logística de transporte, a que lhe cabe. O desempenho foi tão alto (80% da meta) que superou em 40% o órgão que veio em segundo lugar, o Ministério das Cidades.

   O GPAC reúne todos os ministérios e órgãos do governo federal que são responsáveis por alguma obra ou suporte técnico, logístico e financeiro para o Programa de Aceleração do Crescimento. Essa instância faz um acompanhamento sistemático do desenvolvimento das ações do programa. Na reunião da quinta (9), a avaliação foi geral, dos quatro anos de implementação do PAC.