Shopping Popular passará por reestruturação com construção do Fan Park

O diretor de Infraestrutura da Agecopa, Carlos Brito, se reuniu com uma comissão de representantes do Shopping Popular de Cuiabá, liderados pelo presidente da associação dos camelôs, Misael Galvão. Como parte do projeto de revitalização da região da Beira Rio, no Porto, o objetivo da Agecopa é harmonizar aquele ambiente com o complexo arquitetônico planejado …

14/12/2010 16:26



O diretor de Infraestrutura da Agecopa, Carlos Brito, se reuniu com uma comissão de representantes do Shopping Popular de Cuiabá, liderados pelo presidente da associação dos camelôs, Misael Galvão. Como parte do projeto de revitalização da região da Beira Rio, no Porto, o objetivo da Agecopa é harmonizar aquele ambiente com o complexo arquitetônico planejado em função da Copa 2014 que inclui o Fan Park oficial, o novo Aquário, Teatro Digital, Arena Cuiabana e outras instalações. 
 

O projeto de reestruturação física do Shopping Popular, concebido pelo arquiteto Ademar Poppi, prevê a inclusão de novos serviços para a população, como uma unidade do Ganha Tempo, um espaço para manifestações artísticas e culturais e para a gastronomia regional. Este ambiente inicialmente batizado de Centro de Referência Cuiabana estará ligado ao espaço comercial através de uma passarela. O diretor Carlos Brito destacou que as melhorias ainda dependem da conclusão do processo de legalização da atividade dos camelôs, que está em andamento por meio da aprovação da lei 11.898/2009 e do decreto 6.956, que a regulamenta.

Esta é uma luta antiga dos representantes do Shopping Popular, que deve ser concluída nos próximos meses visando uma solução pacífica que atenda aos interesses dos associados e dos consumidores. Carlos Brito ressaltou que o Shopping Popular é uma iniciativa do próprio poder público municipal disciplinada por decreto há aproximadamente 15 anos como solução para os problemas verificados na época.

Melhorias – As bancas passarão por uma readequação para atender a população e os turistas em condições ideais de higiene, conforto e segurança, num ambiente adequado. A nova sede permanecerá no mesmo local do atual Shopping Popular, mas numa posição um pouco mais afastada em relação à Avenida Carmindo de Campos. No local onde hoje estão as bancas será construído um novo estacionamento.

Segundo Galvão, a reunião foi muito positiva e a perspectiva de reestruturação anima os comerciantes que há anos estão empenhados em oferecer melhores condições de acesso ao público consumidor. “Hoje o shopping tem o respeito do poder público e da população, gerando cerca de 2000 empregos diretos e indiretos, e atendendo diariamente um público consumidor estimado em 10 mil pessoas”, disse o presidente da associação.