Consumo de arroz e feijão cai no país; veja dados de MT

A constatação é da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem. Entre 2002 e 2003, por exemplo, a quantidade média per capita adquirida de arroz polido foi de 24,546 kg, enquanto em 2008-2009 essa média foi de 14,609 kg, queda de 40,5%. As aquisições médias de …

17/12/2010 09:27



A constatação é da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada ontem. Entre 2002 e 2003, por exemplo, a quantidade média per capita adquirida de arroz polido foi de 24,546 kg, enquanto em 2008-2009 essa média foi de 14,609 kg, queda de 40,5%.

As aquisições médias de feijão passaram de 12,394 kg, em 2002-2003, para 9,121 kg, redução de 26,4%, conforme identificou o IBGE. A pesquisa mostrou ainda que produtos como açúcares e farinhas também apresentaram diminuição entre os períodos analisados. O açúcar refinado que, em 2002-2003, apresentou uma aquisição média de 6,106 kg, em 2008-2009, passou a 3,160 kg, proporcionalmente, a maior queda entre os produtos selecionados (48,3%), salientou a pesquisa.

O açúcar cristal, cuja aquisição média em 2002-2003 era de 12,162 kg, apresentou uma média de 8,038 kg em 2008-2009 (redução de 33,9%). A farinha de trigo e a farinha de mandioca, por sua vez, tiveram reduções de 33,2% e 31, 4%, respectivamente, indo de 5,083 kg para 3,397 kg no primeiro caso e de 7,766 kg para 5,330, no segundo.

Entre os produtos que apresentaram aumento de suas quantidades per capita médias adquiridas entre os períodos de realização das POFs nacionais, destacam-se o refrigerante de cola (39,3%), a água mineral (27,5%) e a cerveja (23,2%). As quantidades médias adquiridas do refrigerante de cola foram de 3,156 kg para 6,060 kg (aumento de 92%), da água mineral de 1,558 kg para 6,104 kg (aumento de 291%) e da cerveja de 1,711 kg para 3,209 kg (aumento de 88%).

Os números regionalizados da Pesquisa de Orçamentos Familiares mostra que cada mato-grossense consumiu, em 2008/2009, em média, 51,208 kg de cereais e leguminosas. De arroz polido foram 17,928 em um ano. De frutas foram 20,377 kg; 2,834 kg de massas; 11,746 kg de panificados; 25,965 kg de carnes.

O consumo de açúcares, doces e produtos de confeitaria entre os anos atingiu 19,053 kg, de óleos e gorduras 10,297 kg. De bebidas alcoólicas foram 7,224 kg e de não alcoólicas 29,996.