Serys mantém mínimo em R$ 540 e anuncia R$ 30 milhões para cada cidade-sede da Copa de 2014

O valor do salário mínimo para 2011 está mantido em R$ 540, conforme antecipou a relatora-geral da proposta orçamentária da União para o próximo ano, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT). Ela também anunciou que cada uma das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 receberá R$ 30 milhões adicionais para a organização do evento. A …

17/12/2010 09:00



O valor do salário mínimo para 2011 está mantido em R$ 540, conforme antecipou a relatora-geral da proposta orçamentária da União para o próximo ano, senadora Serys Slhessarenko (PT-MT). Ela também anunciou que cada uma das 12 cidades-sedes da Copa do Mundo de 2014 receberá R$ 30 milhões adicionais para a organização do evento. A parlamentar não deu detalhes, mas informou que está trabalhando com os técnicos para fechar o relatório final da matéria até o final desta sexta-feira (17).

A senadora disse, ainda, que espera um anúncio oficial do governo sobre os possíveis cortes a serem feitos no Orçamento de 2011. “Estamos trabalhando para finalizar este documento e votar o Orçamento até dia 22 de dezembro. Estou conversando com lideranças, deputados, senadores e governadores de Estado para chegar a um entendimento com relação às demandas. Com relação aos cortes, ainda estamos aguardando a posição oficial do Governo”, disse.

Silval em Brasília

O governador de Mato Grosso, Silval Barbosa (PMDB), esteve com a senadora Serys para reforçar projetos prioritários relacionados à Copa. Ela garantiu que concederá, pelo menos, R$ 30 milhões. A senadora se comprometeu em apoiar o Estado em solicitações para ampliação do aporte de emendas para obras de grande proporção, além de olhar mais atentamente com relação às emendas de bancada.