15 secretários do novo governo Silval são confirmados oficialmente

O governador Silval Barbosa (PMDB) já definiu oficialmente 15 dos 22 novos secretários que vão tomar posse em 1º de janeiro. Permanecem na dúvida ainda as pastas de Ciência e Tecnologia, Esporte e Lazer, Justiça, Procuradoria-Geral do Estado, Auditoria-Geral, Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, além da recém-criada secretaria Extraordinária de Governo. A expectativa quanto ao …

22/12/2010 10:46



O governador Silval Barbosa (PMDB) já definiu oficialmente 15 dos 22 novos secretários que vão tomar posse em 1º de janeiro. Permanecem na dúvida ainda as pastas de Ciência e Tecnologia, Esporte e Lazer, Justiça, Procuradoria-Geral do Estado, Auditoria-Geral, Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, além da recém-criada secretaria Extraordinária de Governo.
A expectativa quanto ao anúncio dos ocupantes de todas as vagas se mantém desde a última segunda (20), quando Silval chegou a convocar uma coletiva para divulgar os nomes. Na Ciência e Tecnologia, o Palácio Paiaguás deixou a critério do PP, que acabou enfrentando uma briga interna. O vice-governador Chico Daltro quer reassumir a pasta, enquanto outros membros da direção estadual entendem que a vaga deva ficar com o deputado federal Eliene Lima para, assim, abrir espaço na Câmara ao segundo-suplente Neri Geller.
Na PGE, embora o governador não tenha anunciado oficialmente, a tendência é que confirme Dorgival Veras, que já responde pela pasta. No Desenvolvimento Rural, Silval “puxou o freio” porque o deputado José Domingos, que havia aceitado comandar a secretaria, passou a fazer exigências. Ela é do DEM e sua entrada no staff abriria vaga na Assembleia para o suplente Gilmar Fabris, algo que interessa ao governo. Domingos só aceita a pasta de “porteira fechada”. Silval está avaliando essa possibilidade.
O desembargador aposentado Paulo Lessa está praticamente certo na nova pasta da Justiça, mas o governador pediu uma trégua. Por isso, a pasta entrou no pacote daqueles que estão sob avaliação para definição do staff.

O governador Silval Barbosa (PMDB) já definiu oficialmente 15 dos 22 novos secretários que vão tomar posse em 1º de janeiro. Permanecem na dúvida ainda as pastas de Ciência e Tecnologia, Esporte e Lazer, Justiça, Procuradoria-Geral do Estado, Auditoria-Geral, Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, além da recém-criada secretaria Extraordinária de Governo.
A expectativa quanto ao anúncio dos ocupantes de todas as vagas se mantém desde a última segunda (20), quando Silval chegou a convocar uma coletiva para divulgar os nomes. Na Ciência e Tecnologia, o Palácio Paiaguás deixou a critério do PP, que acabou enfrentando uma briga interna. O vice-governador Chico Daltro quer reassumir a pasta, enquanto outros membros da direção estadual entendem que a vaga deva ficar com o deputado federal Eliene Lima para, assim, abrir espaço na Câmara ao segundo-suplente Neri Geller.
Na PGE, embora o governador não tenha anunciado oficialmente, a tendência é que confirme Dorgival Veras, que já responde pela pasta. No Desenvolvimento Rural, Silval “puxou o freio” porque o deputado José Domingos, que havia aceitado comandar a secretaria, passou a fazer exigências. Ela é do DEM e sua entrada no staff abriria vaga na Assembleia para o suplente Gilmar Fabris, algo que interessa ao governo. Domingos só aceita a pasta de “porteira fechada”. Silval está avaliando essa possibilidade.
O desembargador aposentado Paulo Lessa está praticamente certo na nova pasta da Justiça, mas o governador pediu uma trégua. Por isso, a pasta entrou no pacote daqueles que estão sob avaliação para definição do staff.