Galindo diz que novas pastas não devem afetar o orçamento de 2011

O prefeito Chico Galindo (PTB) garantiu que a lotação dos servidores das novas secretarias já está incluída no orçamento do próximo ano para a Capital. “Na verdade nós não criamos, mas desmembramos pastas”, explicou. Galindo se mostrou animado em especial com a secretaria de Fazenda que, de acordo com ele, vai cuidar da arrecadação do …

24/12/2010 11:12



O prefeito Chico Galindo (PTB) garantiu que a lotação dos servidores das novas secretarias já está incluída no orçamento do próximo ano para a Capital. “Na verdade nós não criamos, mas desmembramos pastas”, explicou. Galindo se mostrou animado em especial com a secretaria de Fazenda que, de acordo com ele, vai cuidar da arrecadação do município. “O problema hoje é que a prefeitura cobra muito mal”, ponderou.

Além da secretaria de Fazenda, Galindo criou as de Gestão e de Turismo e uniu as de Planejamento e Finanças. O prefeito também alterou as funções de algumas pastas. A Agência de Habitação, por exemplo, deixou de ser responsável pela regularização fundiária, que ficou a cargo do Meio Ambiente. Já a Auditoria e Controle Interno passou a trabalhar junto com a contabilidade e, a partir do próximo ano, se chamará Controladoria e Contabilidade.

Para o prefeito, as mudanças devem otimizar a administração da cidade. “Este foi um ano difícil, não posso negar, mas temos boas expectavivas para 2011”, afirmou. segundo Galindo, o maior problema de Cuiabá ainda é a captação de recursos e voltou a insistir no caso do IPTU. “É uma vergonha o que Cuiabá recebe com o IPTU”, ressaltou, explicando que o reajuste da planta genérica se fazia necessária devido a defasagem do tributo.