Após 3 anos de criação, comissão resgata quase mil trabalhadores

Criada em 2007 pela secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), que a partir do próximo ano será dividida em duas pastas: Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Segurança Pública (Sesp), com o objetivo de resgatar trabalhadores que estão em situação degradante de trabalho e privados de liberdade, a Comissão Estadual de Erradicação …

27/12/2010 14:39



Criada em 2007 pela secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), que a partir do próximo ano será dividida em duas pastas: Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e Segurança Pública (Sesp), com o objetivo de resgatar trabalhadores que estão em situação degradante de trabalho e privados de liberdade, a Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo de Mato Grosso (Coetrae) já resgatou um total de 975 pessoas.

   Ao todo, mais de 70 propriedades, dentre as 276 fiscalizadas, foram autuadas. Somente neste ano a equipe realizou 23 operações, conseguindo resgatar 89 trabalhadores. Estas ações são desenvolvidas pelo Ministério Público do Trabalho que, ao receber as denúncias, encaminha auditores, juntamente com a polícia, para fazer o resgate dos trabalhadores.

   Depois de resgatados, estes trabalhadores são encaminhados para a Pastoral do Imigrante do município onde atuam e lá são capacitados para o exercício de uma nova profissão, para que possam ingressar no mercado de trabalho legal. Geralmente, eles são encontrados na área rural, atuando em jornada exaustiva de trabalho, desemepenhando grande esforço físico para a função e sem qualquer medida de proteção, colocando a saúde em risco.

   A presidente do Coetrae e secretária adjunta de Assuntos Estratégicos da Sejusp, Thais Camarinho, avalia como positivo o resultado dos trabalhos realizados pela comissão até o momento e explica que além do combate ao trabalho ilegal, também são desenvolvidas ações preventivas, repressivas e depolíticas públicas, dando assistência às vítimas para que elas não tenham que voltar à situação em que se encontravam.