Diretoria do mixto anunciará novo técnico

A diretoria do Mixto deve anunciar dia 3 de janeiro o nome do novo técnico.O contratado será o encarregado de uma árdua e longa missão de reconquistar a confiança do torcedor e investidores, levantando o título do Campeonato Mato-grossense 20111, a vaga à Série D, o acesso para a Série C e quem sabe, o …

29/12/2010 09:30



A diretoria do Mixto deve anunciar dia 3 de janeiro o nome do novo técnico.O contratado será o encarregado de uma árdua e longa missão de reconquistar a confiança do torcedor e investidores, levantando o título do Campeonato Mato-grossense 20111, a vaga à Série D, o acesso para a Série C e quem sabe, o retorno à elite do futebol brasileiro até 2014.

Mas, afinal, que perfil deve ter esse comandante ? Aceitaria ele encarar esses desafios ? A diretoria iria mantê-lo a frente do time independente dos resultados ? Quem vai apostar as fichas nessa verdadeira epopéia ? Todas essas perguntas deverão ser respondidas pelo diretor de futebol Orlando Craici, numa entrevista coletiva, também prevista inicialmente para o dia 3.

Craici está animado. No dia de seu aniversário – na última segunda-feira – o dirigente teve um dia altamente positivo para o clube. Se reuniu com o presidente João Amuí e aparou todas as arestas, calando os “corneteiros” de plantão, que desafiavam o dirigente. Um deles inclusive,chegou a desmentir a versão dada por Craici, que Arildo Berdun não seria o treinador do Tigre. Outro ponto esclarecido: a data da estreia do time, que foi confirmada pelo presidente Amuí para o dia 26 de Janeiro, em Sinop, contra o time local.

“É como eu disse antes: dois, três dias não farão diferença, ma precisamos correr atrás de dinheiro, montar o elenco”, ponderou Craici.

Depois, o diretor alvinegro se reuniu com dois importantes membros da Afam: o fundador da entidade e conselheiro mixtense José Riva e o presidente da associação,Eder Moraes. O encontro, segundo ele, foi muito proveitoso e desta reunião foi confirmado pelos dois diretores o apoio total ao Mixto.

“Conversamos muito, fui bastante franco, coloquei minhas condições e eles concordaram e se colocaram inteiramente a disposição para ajudar o Mixto”, disse o ex-presidente mixtense, que também pretende convocar uma reunião com os líderes de todas as torcidas do Tigre. “Esse momento é muito importante. Quero falar com os líderes e pedir o apoio e a paciência deles. Vamos acreditar”, comentou.

Mauro

Enquanto Craici trabalha para “arrumar a casa” o clube volta a enfrentar problemas nos bastidores. O goleiro Mauro, que acertou com o Volta Redonda-RJ, confirmou que “não é mais atendido por ninguém da diretoria da Afam ou do Mixto”, e explicou: “Quando falei com o seo Vivaldo (Lopes), fizemos um acordo verbal, abri mão de um mês, eles pagariam apenas dois, mas não pagaram nada e nem me atendem mais. Assim não vejo outra alternativa a não ser ter que acionar o Mixto na Justiça para receber,” disse.