Médicos discutem futuro de greve nesta terça-feira

 O futuro da greve dos médicos de Várzea Grande será discutido nesta terça-feira (04), em assembleia geral da categoria, que será realizada no Pronto Socorro, às 19h. Isso porque a prefeitura decidiu reformular a proposta que havia sido encaminhada no último dia 23 ao Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT), incluindo o …

03/01/2011 17:15



 O futuro da greve dos médicos de Várzea Grande será discutido nesta terça-feira (04), em assembleia geral da categoria, que será realizada no Pronto Socorro, às 19h. Isso porque a prefeitura decidiu reformular a proposta que havia sido encaminhada no último dia 23 ao Sindicato dos Médicos do Estado de Mato Grosso (Sindimed-MT), incluindo o pagamento da diferença de R$ 300 referentes ao reajuste do piso salarial. 

            O aumento salarial deveria ocorrer a partir do último mês de setembro. Desta forma, a prefeitura comprometeu-se a quitar a diferença dos vencimentos até o próximo mês de abril, além das verbas indenizatórias que também encontram-se atrasadas. A nova proposta foi encaminhada no último dia 30 e formulada conjuntamente com representantes da categoria. 

            A paralisação dos atendimentos nos postos de saúde e policlínicas, além do Programa Saúde da Família (PSF), já dura 20 dias. As cirurgias eletivas e os atendimentos ambulatoriais no Pronto Socorro de Várzea Grande também encontram-se suspensos por tempo indeterminado. O município possui aproximadamente 500 médios na rede pública de saúde.

            De acordo com o presidente Sindimed-MT, Edinaldo Lemos, há exatamente um ano foi encerrada uma greve de 93 dias realizada pelas reivindicações que hoje não estão sendo cumpridas. “260 médicos estão sem receber verba indenizatória há quase três meses e o piso salarial prometido para subir de R$ 1,3 mil para R$ 1,6 mil em setembro, também não aconteceu”, observou.

            Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (65) 3321-0835 ou 8417-0670.