Ovos tóxicos abalam indústria alemã

A distribuição para vendas de mais de 100 mil ovos contaminados com dioxina na Alemanha vem causando uma crise na indústria e assustando consumidores. Autoridades fecharam fábricas suspeitas de terem usado ração contaminada em todo o país. Muitas granjas foram fechadas por precaução, já que estavam na lista de entregas do produtor de ração que …

06/01/2011 11:32



A distribuição para vendas de mais de 100 mil ovos contaminados com dioxina na Alemanha vem causando uma crise na indústria e assustando consumidores.
Autoridades fecharam fábricas suspeitas de terem usado ração contaminada em todo o país.
Muitas granjas foram fechadas por precaução, já que estavam na lista de entregas do produtor de ração que possivelmente teria usado gordura carregada com dioxina.
Na fábrica do norte da Alemanha em que a dioxina foi detectada pela primeira vez, 55 toneladas da ração contaminada foram dadas às galinhas e mais de 100 mil ovos contaminados tinham sido distribuídos para venda.
Químicos tentam traçar a origem da dioxina. Uma das teorias diz que as galinhas foram alimentadas com ração feita parcialmente com restos de gordura de um processo que transforma soja e outros grãos em lubrificantes industriais.
A Associação de Proteção ao Consumidor na Alemanha diz que há tantas perguntas sem resposta que é difícil dar recomendações.
Por garantia, é melhor suspender o consumo de ovos e frango por alguns dias até que todas as perguntas sejam respondidas, disse um representante.
Autoridades alemãs acreditam que levará até uma semana para rastrear a fonte da dioxina na indústria granjeira. Mas a recuperação da imagem pode levar bem mais tempo.

A distribuição para vendas de mais de 100 mil ovos contaminados com dioxina na Alemanha vem causando uma crise na indústria e assustando consumidores.
Autoridades fecharam fábricas suspeitas de terem usado ração contaminada em todo o país.
Muitas granjas foram fechadas por precaução, já que estavam na lista de entregas do produtor de ração que possivelmente teria usado gordura carregada com dioxina.
Na fábrica do norte da Alemanha em que a dioxina foi detectada pela primeira vez, 55 toneladas da ração contaminada foram dadas às galinhas e mais de 100 mil ovos contaminados tinham sido distribuídos para venda.
Químicos tentam traçar a origem da dioxina. Uma das teorias diz que as galinhas foram alimentadas com ração feita parcialmente com restos de gordura de um processo que transforma soja e outros grãos em lubrificantes industriais.
A Associação de Proteção ao Consumidor na Alemanha diz que há tantas perguntas sem resposta que é difícil dar recomendações.
Por garantia, é melhor suspender o consumo de ovos e frango por alguns dias até que todas as perguntas sejam respondidas, disse um representante.
Autoridades alemãs acreditam que levará até uma semana para rastrear a fonte da dioxina na indústria granjeira. Mas a recuperação da imagem pode levar bem mais tempo.