‘Viagra do Himalaia’ gera disputas

Um fungo encontrado no Himalaia, em altitudes superiores a três mil e quinhentos metros, vem gerando disputas devido ao seu alto valor econômico. O fungo yarsagumba é conhecido como o “viagra do Himalaia” e, há séculos, vem sendo valorizado pelos chineses por suas qualidades afrodisíacas. Os chineses também acreditam que a droga medicinal tenha outras …

06/01/2011 11:56



Um fungo encontrado no Himalaia, em altitudes superiores a três mil e quinhentos metros, vem gerando disputas devido ao seu alto valor econômico.
O fungo yarsagumba é conhecido como o “viagra do Himalaia” e, há séculos, vem sendo valorizado pelos chineses por suas qualidades afrodisíacas. Os chineses também acreditam que a droga medicinal tenha outras qualidades, como trazer longa vida e promover a cura de doenças.
Fungo é conhecido por suas qualidades afrodisíacas
Empresas farmacêuticas americanas começaram a investigar o uso do produto para o tratamento de câncer.
Atualmente, um quilo do fungo pode custar dez mil dólares.
Em junho de 2009, 36 homens de uma remota vila da região foram presos acusados de matar setes forasteiros que chegaram ao local em busca do yarsagumba. Os acusados ainda aguardam julgamento.

Um fungo encontrado no Himalaia, em altitudes superiores a três mil e quinhentos metros, vem gerando disputas devido ao seu alto valor econômico.O fungo yarsagumba é conhecido como o “viagra do Himalaia” e, há séculos, vem sendo valorizado pelos chineses por suas qualidades afrodisíacas. Os chineses também acreditam que a droga medicinal tenha outras qualidades, como trazer longa vida e promover a cura de doenças.Fungo é conhecido por suas qualidades afrodisíacasEmpresas farmacêuticas americanas começaram a investigar o uso do produto para o tratamento de câncer.Atualmente, um quilo do fungo pode custar dez mil dólares.Em junho de 2009, 36 homens de uma remota vila da região foram presos acusados de matar setes forasteiros que chegaram ao local em busca do yarsagumba. Os acusados ainda aguardam julgamento.