Pesquisa aponta que 30% das fontes de água no Brasil têm má qualidade

Um levantamento produzido pela entidade de defesa da preservação ambiental SOS Mata Atlântica aponta que alguns pontos de abastecimento de água potável podem ter algum tipo de problema. De acordo com a pesquisa, 30% das fontes de água do Brasil não têm boa qualidade: 70% do material coletado em rios, córregos, lagos e similares  foi …

08/01/2011 18:52



Um levantamento produzido pela entidade de defesa da preservação ambiental SOS Mata Atlântica aponta que alguns pontos de abastecimento de água potável podem ter algum tipo de problema. De acordo com a pesquisa, 30% das fontes de água do Brasil não têm boa qualidade: 70% do material coletado em rios, córregos, lagos e similares  foi avaliada como “regular”, 25%, como “ruim” e 5%, como “péssima”.

A SOS Mata Atlântica realizou a sondagem ao longo do ano passado. A constatação feita pela entidade é de que a falta de saneamento básico é o principal fator para o resultado. Os testes apontaram presença de de coliformes fecais, larvas, vermes e baixa quantidade de lixo na água.

A situação é considerada grave no Rio Verruga (Vitória da Conquista, Bahia) e no Lago da Quinta da Boa Vista (Rio de Janeiro). “A poluição está muito mais vinculada à emissão de efluentes domésticos que industriais, ultimamente”, explicou o géografo Vinícius Madazio, segundo a “Agência Brasil”. O Ministério do Meio Ambiente e a Agência Nacional de Águas não quiseram comentar o assunto.