Djalma Mendes visita MPE com objetivo de estreitar relações visando a Copa 2014

Aproximar e trabalhar em conjunto para agilizar os processos de desapropriação em áreas das obras da Agecopa e PAC foi o principal objetivo da visita institucional do titular da Secretaria Extraordinária de Apoio Institucional às Ações da Agecopa e PAC, Djalma Sabo Mendes, ao Ministério Público de Mato Grosso nesta quarta-feira (12.01), onde foi recebido …

12/01/2011 13:50



Aproximar e trabalhar em conjunto para agilizar os processos de desapropriação em áreas das obras da Agecopa e PAC foi o principal objetivo da visita institucional do titular da Secretaria Extraordinária de Apoio Institucional às Ações da Agecopa e PAC, Djalma Sabo Mendes, ao Ministério Público de Mato Grosso nesta quarta-feira (12.01), onde foi recebido pelo Procurador Geral de Justiça, Marcelo Ferra de Carvalho.

“Estamos fazendo essa primeira visita de caráter institucional, buscando essa aproximação e essa parceria com o Ministério Público, uma instituição que vela pelos princípios da legalidade, pelos princípios da administração, e nós queremos nesse trabalho em conjunto, fazer com que essas ações – que são necessárias – possam ser realizadas dentro do prazo hábil, dentro do cronograma, já que a Copa do Mundo está batendo às nossas portas”, disse o secretário. Ele destaca que as obras de mobilidade urbana terão que estar concluídas em 2013.

A visita, segundo o secretário, deve-se ao fato do Ministério Público de Mato Grosso já ter criado um núcleo de acompanhamento das obras da Agecopa. E como são áreas afins, o grupo de trabalho e a secretaria Extraordinária de Apoio Institucional às Ações da Agecopa e PAC, realizando trabalho em conjunto, poderá dar celeridade nos processos de desapropriação das áreas das obras de mobilidade urbana em Cuiabá e Várzea Grande, como também nas obras de desbloqueios – aquelas que antecedem as intervenções urbanas.

O secretário de Apoio Institucional às Ações da Agecopa e PAC também comentou a criação do Grupo de Trabalho da nova pasta. Segundo Djalma Mendes, esse grupo composto por 16 servidores do Governo do Estado, das prefeituras de Cuiabá e Várzea Grande, vai atuar à medida que os processos de avaliação acontecerem, com o caráter de roupagem jurídica. “Todas as atividades de rotina da Secretaria Extraordinária de Apoio Institucional às Ações da Agecopa e PAC, no que tange a desapropriação será desenvolvida por esse grupo de trabalho”, informa.

O procurador Geral de Justiça, Marcelo Ferra de Carvalho, disse que “acha muito importante a Secretaria Extraordinária buscar um trabalho conjunto com todas as instituições que de certa forma tem envolvimento no processo, porque o objetivo principal é o de solucionar e resolver as questões que possam surgir”. Segundo o procurador, resolver as questões com diálogo aberto, pactuadas, evitam algumas demandas desnecessárias. “Nós já tínhamos informado ao secretário que o MPE tinha criado uma estrutura atinente à Copa do Mundo e ele veio buscar um relacionamento mais próximo, buscar uma reunião com o grupo criado no Ministério Público e toda iniciativa de aproximação, de discussão é sempre bem vinda para o Ministério Público”.