Caso de paciente com a ‘superbactéria’ é confirmado em MT

O chefe de Serviços de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Universitário Julio Muller, Francisco Kennedy, confirmou na manhã de hoje que um paciente do hospital está infectado com a bactéria KPC, mais conhecida como superbactéria.  Segundo ele, um paciente que teve piora em seu estado de saúde e foi transferido do interior para o …

13/01/2011 17:19



O chefe de Serviços de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital Universitário Julio Muller, Francisco Kennedy, confirmou na manhã de hoje que um paciente do hospital está infectado com a bactéria KPC, mais conhecida como superbactéria.

 Segundo ele, um paciente que teve piora em seu estado de saúde e foi transferido do interior para o HUJM. O paciente passou por exames que confirmaram a presença da bactéria KPC.

 Francisco Kennedy vai se reunir no final da manhã de hoje com a direção do hospital e vai pedir a interrupção de interdição na UTI adulta, local onde o paciente está internado. A Secretaria Estadual de Saúde informou por meio de sua assessoria de imprensa que ainda não foi notificada sobre o assunto.

 A superbactéria
A Klebsiella pneunoniae (KPC) não é a única vilã a ser combatida. “Superbactéria” é, na verdade, um termo que vale não só para um organismo, mas para bactérias que desenvolvem resistência a grande parte dos antibióticos. Enzimas passam a ser produzidas pelas bactérias devido a mutações genéticas ao longo do tempo, que tornam grupos de bactérias comuns resistentes a muitos medicamentos.