Anatel amplia regiões sem cobrança de interurbano

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) ampliou nesta quinta-feira a lista das regiões metropolitanas nas quais não serão cobradas ligações interurbanas em chamadas entre municípios da mesma região. Essa revisão é feita anualmente. A nova configuração permitirá a realização de chamadas telefônicas a custo de ligação local entre todos os municípios de uma mesma região …

21/01/2011 11:58



A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) ampliou nesta quinta-feira a lista das regiões metropolitanas nas quais não serão cobradas ligações interurbanas em chamadas entre municípios da mesma região. Essa revisão é feita anualmente.
A nova configuração permitirá a realização de chamadas telefônicas a custo de ligação local entre todos os municípios de uma mesma região metropolitana ou de região integrada de desenvolvimento que contenham continuidade geográfica e o mesmo código nacional de área (DDD). Com a medida, os habitantes de 39 regiões metropolitanas e três regiões integradas de desenvolvimento, que totalizam 68 milhões de pessoas em cerca de 560 municípios inscritos nas regiões, serão beneficiados.
Serão contempladas: Porto Alegre (RS), Curitiba, Londrina e Maringá (PR), Baixada Santista e Campinas (SP), Belo Horizonte e Vale do Aço (MG), Rio de Janeiro (RJ), Grande Vitória (ES), Distrito Federal e Entorno (DF/GO/MG), Goiânia (GO), Vale do Rio Cuiabá (MT), Salvador (BA), Pólo Petrolina e Juazeiro (PE/BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Agreste (AL), Campina Grande e João Pessoa (PB), Recife (PE), Natal (RN), Cariri e Fortaleza (CE), Sudoeste Maranhense (MA), Grande Teresina (PI/MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Capital (RR), Central e Sul do Estado (RR), Florianópolis, Chapecó (SC), Vale do Itajaí, Norte/Nordeste Catarinense, Lages, Carbonífera e Tubarão (SC).
Em Foz do Rio Itajaí (SC), Grande São Luís (MA) e São Paulo (SP), todos os municípios já são considerados uma mesma área local.
O prazo de adequação será de até 120 dias, contados a partir da data da publicação da revisão.

A Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) ampliou nesta quinta-feira a lista das regiões metropolitanas nas quais não serão cobradas ligações interurbanas em chamadas entre municípios da mesma região. Essa revisão é feita anualmente.
A nova configuração permitirá a realização de chamadas telefônicas a custo de ligação local entre todos os municípios de uma mesma região metropolitana ou de região integrada de desenvolvimento que contenham continuidade geográfica e o mesmo código nacional de área (DDD). Com a medida, os habitantes de 39 regiões metropolitanas e três regiões integradas de desenvolvimento, que totalizam 68 milhões de pessoas em cerca de 560 municípios inscritos nas regiões, serão beneficiados.
Serão contempladas: Porto Alegre (RS), Curitiba, Londrina e Maringá (PR), Baixada Santista e Campinas (SP), Belo Horizonte e Vale do Aço (MG), Rio de Janeiro (RJ), Grande Vitória (ES), Distrito Federal e Entorno (DF/GO/MG), Goiânia (GO), Vale do Rio Cuiabá (MT), Salvador (BA), Pólo Petrolina e Juazeiro (PE/BA), Aracaju (SE), Maceió (AL), Agreste (AL), Campina Grande e João Pessoa (PB), Recife (PE), Natal (RN), Cariri e Fortaleza (CE), Sudoeste Maranhense (MA), Grande Teresina (PI/MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM), Capital (RR), Central e Sul do Estado (RR), Florianópolis, Chapecó (SC), Vale do Itajaí, Norte/Nordeste Catarinense, Lages, Carbonífera e Tubarão (SC).
Em Foz do Rio Itajaí (SC), Grande São Luís (MA) e São Paulo (SP), todos os municípios já são considerados uma mesma área local.
O prazo de adequação será de até 120 dias, contados a partir da data da publicação da revisão.