Alimentação escolar: Começa articulação para compra de produtos da agricultura familiar

Reunião entre as secretarias de Educação e Cultura e de Agricultura e Meio Ambiente e Conselho Municipal de Alimentação Escolar, na manhã de hoje, tratou sobre a compra de produtos da agricultura familiar para compor o cardápio da alimentação escolar de 2011. Desde o ano passado o município vem trabalhando no cumprimento de legislação federal, …

26/01/2011 14:48



Reunião entre as secretarias de Educação e Cultura e de Agricultura e Meio Ambiente e Conselho Municipal de Alimentação Escolar, na manhã de hoje, tratou sobre a compra de produtos da agricultura familiar para compor o cardápio da alimentação escolar de 2011. Desde o ano passado o município vem trabalhando no cumprimento de legislação federal, pela qual no mínimo 30% dos produtos utilizados na merenda sejam originários deste segmento. “Queremos ampliar para 23 os tipos de alimentos da agricultura familiar”, observa a nutricionista da Secretaria de Educação, Angelina de Oliveira Urbani.

Nesse sentido foram definidas estratégias para motivar os agricultores dos assentamentos de Nova Mutum. Esse trabalho caberá à Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. “Primeiro vamos fazer uma arrastão, passaremos nos assentamentos para sensibilização e organização dos produtores que tenham interesse em participar”, adianta o coordenador Francisco Moraes Filho, o Chico.

 De acordo com ele, cada agricultor pode fornecer até R$ 9 mil ao ano em produtos para alimentação escolar. “Esta é mais uma oportunidade de mercado que nossos pequenos agricultores têm”, diz Chico. Mas o coordenador reconhece que para aproveitá-la os agricultores precisam vencer algumas dificuldades, como escalonamento da produção e transporte dos produtos dentro dos prazos previstos. “O município vai orientá-los e assessorá-los nesse sentido, até porque as é interesse nosso que eles venham a aproveitar mais essa possibilidade de comércio para sua produção”, observa.

Para a presidente do Conselho Municipal de Alimentação Escolar, Maregilda Evangelista Silva Rocha, é muito importante viabilizar a participação da agricultura familiar, porque essa medida contribui para ampliação da renda desses produtores, melhorando ainda mais a qualidade da alimentação oferecida nas escolas.