Copo medidor calcula perdas na colheita da soja

Não há um número oficial atualizado sobre o real volume de grãos de soja perdidos na hora da colheita. O grave é que este número pode ser alto e os produtores não estão nem sabendo o que perdem nas suas lavouras. A colheita é uma fase delicada do cultivo da soja e deve seguir cuidados …

26/01/2011 15:17



Não há um número oficial atualizado sobre o real volume de grãos de soja perdidos na hora da colheita. O grave é que este número pode ser alto e os produtores não estão nem sabendo o que perdem nas suas lavouras. A colheita é uma fase delicada do cultivo da soja e deve seguir cuidados de manejo para que todo o trabalho realizado durante meses não seja prejudicado. Perdas de até 1 saco de 60kg de soja por hectare são aceitas porque qualquer colheita, por mais bem feita que seja, gera uma leve perda. No entanto, produtores podem estar tendo 6 sacos por hectare desperdiçados sem se darem conta porque não fazem o monitoramento.

Para que os agricultores consigam conhecer melhor o processo de colheita da sua lavoura e fazer um levantamento correto, a Embrapa Soja recomenda o uso do copo medidor de perdas. A tecnologia é simples, barata e consegue avaliar perdas de 1 a 11 sacos por hectare. O recipiente plástico coleta os grãos de soja dentro de uma armação de 2 m², feita em função da largura da plataforma da colhedora e apresenta uma escala de danos.

A colheita deve ser feita da melhor forma possível e isso quer dizer menos perdas de grãos e grãos com melhor qualidade. Ainda não temos um levantamento exato de perdas, justamente porque muitos produtores não fazem este monitoramento e não sabem quanto eles perdem. Mas acredito que o número seja alto. Na década de 70, tínhamos perdas de até 7 sacos de soja por hectare e alguns produtores ainda podem ter este problema, apesar de já conseguirmos lavouras com menos de 1 saco por hectare de perdas. O copo medidor é um recipiente plástico, em que o operador que acompanha a colheita utiliza durante o processo de recolhimento da soja mecanizada e avalia o que a máquina está perdendo — explica o engenheiro agrônomo José Miguel da Silveira, pesquisador da Embrapa Soja.

Um dos principais fatores na perda de grãos na hora da colheita é a velocidade errada da máquina. Segundo Silveira, o certo é andar com a colhedora a 4 ou 5 km/h, mas ele diz que existem muitos produtores que usam máquinas novas e acham que por isso podem aumentar a velocidade para 7 ou 8 km/h e acabam tendo prejuízos na colheita.

A velocidade de trabalho é o principal fator de perdas hoje na colheita. Andar com a máquina na velocidade certa vai ajudar muito a controlar o desperdício e iIsso independe da máquina, se ela é mais nova ou mais velha. A colheita é um processo delicado, ali se concentra todo o trabalho que o produtor fez desde o manejo do solo, todas as práticas que ele utilizou na lavoura e a colheita é o coroamento deste processo. Por isso que controlar a velocidade é muito importante — destaca.

Para saber informações mais detalhadas sobre o copo medidor de perdas na colheita da soja, os interessados devem entrar em contato com a Embrapa Soja pelo telefone (43) 3371-6000.