Cinco siglas contempladas na Mesa da AL

Cinco partidos asseguraram participação na mesa diretora da Assembleia Legislativa. PP, PR, PMDB, DEM e PTB terão representantes nos sete cargos de administração do Legislativo. Já é consenso entre os deputados que José Riva (PP) e Sérgio Ricardo (PR) ocuparão os dois postos principais, presidência e primeira secretaria. As articulações se intensificaram nesta última semana …

29/01/2011 08:10



Cinco partidos asseguraram participação na mesa diretora da Assembleia Legislativa. PP, PR, PMDB, DEM e PTB terão representantes nos sete cargos de administração do Legislativo. Já é consenso entre os deputados que José Riva (PP) e Sérgio Ricardo (PR) ocuparão os dois postos principais, presidência e primeira secretaria. As articulações se intensificaram nesta última semana antes da eleição. A escolha acontece no mesmo dia da posse da nova legislatura, que acontece na terça-feira, dia primeiro de fevereiro.

Nas articulações, o PMDB terá direito a apenas um cargo, a primeira vice- presidência. Com cinco deputados eleitos, o partido ultima os detalhes para definir se Romoaldo Júnior ou Nilson Santos assumirá o posto. A expectativa é de que Romoaldo seja o líder do governador Silval Barbosa no Legislativo. Nesse caso, o cargo na Mesa ficaria com Nilson Santos.

Segundo fontes do parlamento, como será uma chapa única, a intenção é contemplar todos os grupos eleitos. Desse modo, a coligação PSDB e PTB terá lugar garantido na mesa diretora. O representante do grupo será o deputado reeleito Luiz Marinho (PTB). Conjecturas o apontam como o segundo-vice-presidente.

O Democratas também tem espaço garantido na Mesa com o deputado eleito para o primeiro mandato Dilmar Dal Bosco. O partido só elegeu dois parlamentares para esta legislatura. Como José Domingos Fraga está cotado para assumir uma secretaria de governo, resta o nome de Dilmar, irmão do atual deputado Dilceu Dal Bosco, também do DEM. Ele ficaria com a terceira secretaria. O deputado José Riva confirmou os nomes de Dilmar e Luiz Marinho como sendo consenso entre os deputados, sem citar os cargos.

Atual presidente da Assembleia, Mauro Savi deve ficar na segunda secretaria. Ele pretendia disputar o cargo para presidente, mas atendendo ao chamado do partido abriu mão para Sérgio Ricardo ser o nome principal do PR.

Com sete cargos na Mesa, Riva e Sérgio Ricardo garantem que as articulações ainda não foram concluídas. O progressista diz, inclusive, que ele pode não assumir um dos dois postos principais, apesar de conjecturas apontarem o contrário. Riva evita falar sobre a definição dos cargos. Mostra cautela para eventuais surpresas e tenta esgotar diálogo com todos os parlamentares eleitos.

Como elegeu apenas um deputado nesta eleição, o PT ficou de fora da composição. O petista Ademir Brunetto garante que não tem interesse em participar da Mesa, independente do tamanho do partido no Legislativo. Hoje ele ocupa o cargo de terceiro secretário.

Representante de outro grupo político, a deputada diplomada Luciane Bezerra (PSB) tentou articular um cargo na Mesa junto a Sérgio Ricardo. Porém, não houve resposta positiva para o pedido. Caso não seja contemplada, votará contra a chapa única, pois acredita que deva haver nomes novos na composição.