Igreja Católica aumenta campanha contra a Aids

A Igreja Católica decidiu aumentar a campanha para o combate e a prevenção da Aids. A campanha gera polêmica, pela possível mudança de posição da Igreja quanto ao uso de preservativos. No dia 28 de maio, o Vaticano promoverá uma conferência que falará sobre os cuidados com os doentes infectados pelo vírus HIV e também …

04/02/2011 08:49



A Igreja Católica decidiu aumentar a campanha para o combate e a prevenção da Aids. A campanha gera polêmica, pela possível mudança de posição da Igreja quanto ao uso de preservativos.

No dia 28 de maio, o Vaticano promoverá uma conferência que falará sobre os cuidados com os doentes infectados pelo vírus HIV e também sobre as formas de prevenção.

No final de 2010, Bento XVI declarou que era exemplar quem usava o preservativo, pois esta era uma forma de demonstrar preocupação com o parceiro.

O posicionamento do vaticano sobre o assunto será debatido na mesma conferência, em maio, que contará com a participação de especialistas das Nações Unidas e de outras organizações. O subsecretário do Departamento de Saúde do Vaticano, Jean-Marie Mpendawatu Mate Musivi, afirmou que é preciso esclarecer bem as coisas, para não gerar outros problemas de compreensão quanto ao tema e quanto a opinião da Igreja.