Seis parlamentares de MT entre os milionários do Congresso

Duzentos e vinte deputados e senadores, dos 567 empossados esta semana, declararam à Justiça eleitoral que possuem patrimônio acima de R$ 1 milhão. Nesta longa listagem dos milionários do Congresso Nacional aparecem, por Mato Grosso, além do senador Blairo Maggi (PR), conforme Só Notícias já informou, cinco deputados. Novamente no cargo de deputado federal, Júlio Campos …

04/02/2011 09:01



Duzentos e vinte deputados e senadores, dos 567 empossados esta semana, declararam à Justiça eleitoral que possuem patrimônio acima de R$ 1 milhão. Nesta longa listagem dos milionários do Congresso Nacional aparecem, por Mato Grosso, além do senador Blairo Maggi (PR), conforme Só Notícias já informou, cinco deputados.

Novamente no cargo de deputado federal, Júlio Campos (DEM) aparece na 15º colocação com uma fortuna estimada em R$ 12,8 milhões. O deputado pelo sexto mandato consecutivo, Wellington Fagundes (PR), aparece na 30º posição com patrimônio estimado em R$ 7,2 milhões.

Já Carlos Bezerra (PMDB) está na 60º colocação com R$ 3,3 milhões. O republicano Homero Pereira (PR) vem logo em seguida na 66º posição com patrimônios que chegam a R$ 3,2 milhões. Mesmo licenciado do cargo de parlamentar federal para conduzir a Secretaria de Estado de Saúde, Pedro Henry (PP) aparece na lista dos mais afortunados do Congresso na 164º com um patrimônio estimado em R$ 1,4 milhão.

Os dados fazem parte do levantamento feito pelo Congresso em Foco com base em informações prestadas pelos então candidatos à Justiça eleitoral. Como a listagem levou em consideração apenas os candidatos eleitos, os suplentes que assumiram os cargos, como é o caso de Roberto Dorner e Neri Geller (ambos PP) não foram entraram neste estudo.

Ao todo, Mato Grosso tem três senadores e oito deputados. No Senado Federal, além de Maggi, há Pedro Taques (PDT) – empossados esta semana – e Jaime Campos (DEM), que não foi alvo da pesquisa por já estar no cargo. Na Câmara, além de Fagundes, Júlio, Bezerra, Homero e Henry, fazem parte da bancada estadual Valtenir Pereira (PSB), Ságuas Moraes (PT) e Eliene Lima (PP). Como Henry e Eliene ocupam cargos de secretários de Estado, de Saúde e de Ciência e Tecnologia, respectivamente, Dorner e Geller ocupam os cargos.

Segundo o Congresso em Foco, estes 220 parlamentares representam 39% do novo Congresso. Mas concentram 90% de todo o patrimônio declarado pelos 567 empossados.