Cuiabá é a primeira cidade-sede da Copa Mundo a assinar protocolo com uma instituição universitária

O Governo de Mato Grosso, por interveniência da Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (Agecopa), assinou nesta segunda-feira (07.02) protocolo de intenções com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) objetivando a colaboração mútua na elaboração das ações necessárias à realização da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014, …

07/02/2011 16:19



O Governo de Mato Grosso, por interveniência da Agência Estadual de Execução dos Projetos da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (Agecopa), assinou nesta segunda-feira (07.02) protocolo de intenções com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) objetivando a colaboração mútua na elaboração das ações necessárias à realização da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014, em Cuiabá-MT e a diretoria de Comunicação da Agecopa fez a apresentação do Plano Estratégico de Comunicação e Marketing 2011-2014.

O governador Silval Barbosa destacou que o convênio assinado entre o Governo, via Agecopa, e a UFMT é o primeiro que acontece entre uma cidade-sede da Copa do Mundo e uma instituição de ensino e passa a ser referência para outras cidades. Silval Barbosa destacou que pelo convênio a UFMT poderá participar de várias atividades, principalmente na área técnica das obras de mobilidade urbana. “Estamos firmando uma parceria para avançar”, avisou.

O protocolo de intenções assinado com a UFMT prevê o desenvolvimento e execução de programas e ações de interesse comum necessários à realização da Copa do Mundo Fifa, que envolvam os setores de ensino, pesquisa e extensão da Universidade nas áreas de Educação Física, Cultura, Engenharia, Geologia, Geografia, Química, Linguagens, Ecologia, Tecnologia da Informação, entre outras. Cada necessidade será objeto de acordo específico, desde que faça parte do protocolo assinado.

A reitora da UFMT, Maria Lúcia Cavalli Neder disse que a Universidade vai trabalhar principalmente na formação e qualificação de pessoas, mas que já vem dando apoio – mesmo antes da assinatura – às ações da Agecopa, com cessão de engenheiros e técnicos. A UFMT formou um comitê para acompanhar as ações da Copa e desde já se colocar à disposição daquilo que a comunidade precisar. “A Universidade só tem razão de existir se participar dos acontecimentos da cidade e a Copa do Mundo é um evento do qual não poderia deixar de intervir”.

Pelo protocolo, a Agecopa poderá firmar convênios dos mais diversos, e um dos primeiros será para o aparelhamento do laboratório de análises do instituto de Engenharia para acompanhamento das obras da Copa do Mundo, como Arena Multiuso Pantanal Governador José Fragelli (Verdão) e obras de mobilidade urbana.

A reitora Maria Lúcia Cavalli Neder já colocou os espaços esportivos à disposição da Copa. O diretor de Infraestrutura, Carlos Brito, destacou durante o ato de assinatura, que os espaços da UFMT, com um mínimo de investimento poderão ser um Centro Oficial de Treinamento (COT) alternativo que esse legado depois da Copa poderá servir, por meio de projetos específicos, para preparação de futuros atletas, que encontram dificuldade em se preparar para melhorar tecnicamente.

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

A construção do Hospital Universitário é considerado pelo Governo de Mato Grosso como um dos importantes legados da Copa do Mundo na área de saúde. O governador Silval Barbosa, nesta quarta-feira (09.02), vai estar em Brasília, no Ministério da Educação tratando da liberação de recursos na ordem de R$ 19 milhões – emenda parlamentar – para garantir o início de construção. O governador aproveitou a oportunidade e convidou a reitora para participar dessa importante audiência com o ministro Fernando Haddad.

PLANO DE COMUNICAÇÃO

O Plano de Estratégico, segundo Amaury Lobo, é um produto da Diretoria de Comunicação, o qual prevê, a partir desde ano, todas as ações do setor, cujas ações estão divididas ano a ano até dezembro de 2014, após o encerramento da Copa do Mundo. O plano apresentado ao governador Silval Barbosa prevê avaliação e readequação sistemática. O foco central do Plano de Comunicação é a mídia junto com diversas ações de marketing sócio cultural, marketing esportivo e marketing específico para atender as demandas da Fifa.

Amaury lembrou que a diretoria de Comunicação em 2010 desenvolveu diversas ações como o Copa Fest, Museu da Copa e transmissão dos jogos da Copa do Mundo Fifa África, uma campanha institucional anunciando Cuiabá como sede da Copa do Mundo Brasil 2014, uma exigência da Fifa. Durante o período eleitoral aconteceu a finalização do planejamento que está sendo apresentado. O governador Silval Barbosa disse que gostou do que foi proposto pela diretoria de marketing da Agecopa.

DESAPROPRIAÇÕES

O governador Silval Barbosa voltou a enfatizar que só vai falar sobre desapropriações depois que receber o projeto de mobilidade urbana e disse não existir por parte da Agecopa ou do Governo qualquer retenção de informação. “O governo tem um planejamento e esse planejamento está sendo obedecido rigorosamente. Temos clareza que tudo está sendo feito com transparência”, disse. Por enquanto, segundo o governador, o que há é muita especulação quanto às desapropriações. Só depois do dia 09, quando a Agecopa receber o projeto do BRT, é que vai se saber quais as intervenções vão acontecer, que imóveis precisarão ser desapropriados, se a metade ou se todo.