Pressão alta pode ser causada por mutação genética em glândula

Uma pesquisa conjunta sueca e norte-americana descobriu uma causa genética para um mal que está por trás da hipertensão. O estudo foi divulgado nesta quinta pela publicação científica “Science”. Em alguns casos, a pressão alta pode ser causada por tumores benignos nas glândulas suprarrenais – que produzem o hormônio adrenalina, entre outras funções. Estes tumores …

12/02/2011 13:28



Uma pesquisa conjunta sueca e norte-americana descobriu uma causa genética para um mal que está por trás da hipertensão. O estudo foi divulgado nesta quinta pela publicação científica “Science”.

Em alguns casos, a pressão alta pode ser causada por tumores benignos nas glândulas suprarrenais – que produzem o hormônio adrenalina, entre outras funções. Estes tumores desregulam a produção hormonal, o que faz com que a pressão sanguínea se eleve. A condição é chamada de hiperaldosteronismo primário.

O que os cientistas das universidades de Uppsala (Suécia) e Yale (Estados Unidos) conseguiram foi identificar a causa deste tumor. Uma análise do código genético feita com uma nova técnica mostrou que, em muitos casos, o tumor cresce por causa de uma mutação num canal de potássio específico.

“A descoberta pode ajudar a melhorar diagnósticos em conexão com hiperaldosteronismo primário e casos de pressão sanguínea muito elevada. O canal de potássio que também representa um alvo potencial para os tratamentos dos tumores em questão”, disse o pesquisador Peyman Björklund.