Romoaldo assume hoje liderança na AL

O deputado estadual Romoaldo Júnior inicia hoje seu trabalho como novo líder do governo na Assembleia Legislativa. Romoaldo foi convidado pelo próprio governador Silval Barbosa (PMDB). A experiência do peemedebista no Legislativo foi decisiva para o convite. O anúncio foi feito após o governador se reunir, na manhã de ontem, no Palácio Paiaguás, com o …

15/02/2011 07:36



O deputado estadual Romoaldo Júnior inicia hoje seu trabalho como novo líder do governo na Assembleia Legislativa. Romoaldo foi convidado pelo próprio governador Silval Barbosa (PMDB). A experiência do peemedebista no Legislativo foi decisiva para o convite. O anúncio foi feito após o governador se reunir, na manhã de ontem, no Palácio Paiaguás, com o deputado Mauro Savi (PR), o último parlamentar a ocupar liderança do Executivo.

Uma das primeiras medidas do ex-prefeito de Alta Floresta será chamar todos os parlamentares que são de partidos que não apoiaram o governador Silval Barbosa (PMDB), durante a reeleição, e tentar uma aproximação.

“Vou conversar com todos os que não se elegeram em nosso arco de aliança para buscar um entendimento. A oposição é muito importante para uma boa gestão”, disse ele.

Segundo Romoaldo, ele próprio foi pego de surpresa com o convite do governador. Por já ter sido indicado pelo partido para ser o vice-presidente da mesa diretora da Assembleia, Romoaldo esperava que o líder fosse Nilson Santos, também do PMDB.

Porém, Nilson recusou o convite do governador com a justificativa de que vai iniciar, já durante este ano, as articulações para se candidatar à prefeitura da cidade de Colíder. “A base dele é muito longe, portanto ele deverá ficar muito ausente em Cuiabá”.

Os dois outros parlamentares do PMDB, Baiano Filho e Wallace Guimarães, abriram mão da liderança por motivos distintos. Baiano será o líder do partido na Casa, já Wallace vai se licenciar por três meses em março para fazer uma cirurgia ortopédica.

Mauro mostrou desprendimento e deixou o governador à vontade para promover a mudança necessária. Durante seis anos, o republicano foi o líder do Executivo na Casa de leis.