Copom eleva taxa básica de juros para 11,75% ao ano

Na noite da quarta-feira (02), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou, pela segunda vez neste ano, a taxa básica de juros (Selic). O aumento foi de 0,5 ponto percentual, assim, o total atinge 11,75% ao ano. A próxima reunião do comitê ocorrerá em 45 dias. A decisão provocou manifestações contrárias …

03/03/2011 09:20



Na noite da quarta-feira (02), o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) elevou, pela segunda vez neste ano, a taxa básica de juros (Selic). O aumento foi de 0,5 ponto percentual, assim, o total atinge 11,75% ao ano. A próxima reunião do comitê ocorrerá em 45 dias. A decisão provocou manifestações contrárias de representantes dos segmentos da indústria e dos trabalhadores.

Foi o segundo aumento consecutivo de 0,5 ponto percentual depois da retomada do processo de ajuste monetário, iniciado em janeiro. Em nota, o Copom diz que “dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, [o Copom] decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic para 11,75% ao ano, sem viés.”

A elevação dos juros provocou resposta imediata de segmentos relacionados à indústria e aos trabalhadores. Segundo o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, a decisão é considerada inadequada diante à tendência de evolução dos preços e da atividade econômica.

Por meio de nota oficial, a Força Sindical também criticou o reajuste. O documento informa que ao elevar a taxa Selic, o governo, mais uma vez, atende aos interesses do capital especulativo, com uma clara demonstração de que o espírito conservador continua orientando a política monetária nacional.