Fungos criam ‘formigas zumbis’ na Mata Atlântica brasileira

Pesquisa realizada na Mata Atlântica de Minas Gerais, no Sudeste do Brasil, identifica quatro novas espécies de fungos capazes de gerar “formigas-zumbis”. Segundo os autores, isso ocorre no momento em que os fungos infectam os insetos e se espalham pelo organismo causando mudança de comportamento e até mesmo a morte de colônias. As informações são …

07/03/2011 09:46



Pesquisa realizada na Mata Atlântica de Minas Gerais, no Sudeste do Brasil, identifica quatro novas espécies de fungos capazes de gerar “formigas-zumbis”. Segundo os autores, isso ocorre no momento em que os fungos infectam os insetos e se espalham pelo organismo causando mudança de comportamento e até mesmo a morte de colônias. As informações são do jornal Guardian.

Segundo os cientistas Harry Evans e David Hughes, autores do estudo, a pesquisa ajuda a explicar a perda de biodiversidade entre insetos de determinadas espécies, já que cada fungo observado atua em um tipo de formiga. O objetivo dos pesquisadores é saber como a ação dos fungos influencia o funcionamento do ecossistema.

De acordo com a pesquisa, a formiga pode ter o comportamento alterado e não conseguir realizar suas atividades. Quando morrem, ajudam a criar o ambiente ideal para a proliferação do fungo. O estudo foi publicado no jornal científico PLoS One .

Segundo os pesquisadores, existem relatos sobre os fungos de “formigas-zumbis” descritos em 1859 pelo naturalista Alfred Russel Wallace, contemporâneo de Charles Darwin, que encontrou duas espécies do fungo na Indonésia.