Vacinação contra vírus Influenza H1N1 começa em abril

A campanha de vacinação contra o vírus Influenza H1N1 começará no dia 25 de abril. O Ministério da Saúde anunciou que para 2011, além de idosos e gestantes, serão imunizadas crianças entre seis meses e dois anos, profissionais de saúde e população indígena. No Piauí, a meta é que pelo menos meio milhão de pessoas …

18/03/2011 20:02



A campanha de vacinação contra o vírus Influenza H1N1 começará no dia 25 de abril. O Ministério da Saúde anunciou que para 2011, além de idosos e gestantes, serão imunizadas crianças entre seis meses e dois anos, profissionais de saúde e população indígena. No Piauí, a meta é que pelo menos meio milhão de pessoas sejam vacinadas.

A coordenadora estadual de Imunização, Doralice Rodrigues, afirma que a Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi) está finalizando a programação para mobilizar os municípios. “Estamos agendando reunião com todas as Regionais de Saúde para definir as estratégias de vacinação e passar orientações determinadas pelo Ministério da Saúde”, afirma.

A ampliação do público da campanha foi definida pelo Programa Nacional de Imunização com base em estudos epidemiológicos e comportamentos das infecções respiratórias provocadas pelo vírus Influenza, mais comum nesses grupos. A coordenadora garante que todos os profissionais que trabalham diretamente na saúde serão vacinados. “Todos os profissionais envolvidos diretamente com serviço de atenção à saúde deverão ser vacinados: médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares, motoristas e recepcionistas. Tanto do setor público, como do setor privado”, garante.

A 13ª Campanha Nacional de vacinação acontecerá no período de 25 de abril a 13 de maio, sendo o dia 30 de abril considerado o “Dia D” para estimular a ida da população aos postos de imunização. A Campanha contra Influenza contribui para a prevenção da gripe e suas complicações, além de causar um impacto considerável na redução das intenções hospitalares, óbitos e gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias. Por isso, todas as vacinas serão financiadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).