Número de mortos pelo terremoto e tsunami no Japão sobe para 8.112

O mais recente balanço divulgado pela polícia japonesa aponta a morte de 8.112 pessoas por causa do terremoto e tsunami que devastaram o Japão no último dia 11. Outras 12 mil estão desaparecidas, segundo a emissora de TV NHK. A Agência Nacional de Polícia divulgou que somente em Miyagi, 4.882 mortes foram confirmadas. Muitas regiões …

20/03/2011 10:00



O mais recente balanço divulgado pela polícia japonesa aponta a morte de 8.112 pessoas por causa do terremoto e tsunami que devastaram o Japão no último dia 11. Outras 12 mil estão desaparecidas, segundo a emissora de TV NHK.
A Agência Nacional de Polícia divulgou que somente em Miyagi, 4.882 mortes foram confirmadas. Muitas regiões costeiras foram devastadas pelo terremoto de 11 de março.
A polícia recebeu também informes de que 2.985 pessoas continuam desaparecidas nesta mesma província, enquanto que as autoridades locais adiantam que o destino de um número bem maior de pessoas continua desconhecido.
Na cidade de Ishinomaki, a extensão dos danos ainda não está clara, devido a dificuldades de comunicação. Acredita-se, entretanto, que o número de desaparecidos poderá chegar a um total de 10 mil.
Na Província de Iwate 2.583 mortes foram confirmadas, sendo que 4.874 permanecem desaparecidas. Em Fukushima, morreram 670 pessoas e outras 4.503 ainda não foram encontradas.

O mais recente balanço divulgado pela polícia japonesa aponta a morte de 8.112 pessoas por causa do terremoto e tsunami que devastaram o Japão no último dia 11. Outras 12 mil estão desaparecidas, segundo a emissora de TV NHK.
A Agência Nacional de Polícia divulgou que somente em Miyagi, 4.882 mortes foram confirmadas. Muitas regiões costeiras foram devastadas pelo terremoto de 11 de março.
A polícia recebeu também informes de que 2.985 pessoas continuam desaparecidas nesta mesma província, enquanto que as autoridades locais adiantam que o destino de um número bem maior de pessoas continua desconhecido.
Na cidade de Ishinomaki, a extensão dos danos ainda não está clara, devido a dificuldades de comunicação. Acredita-se, entretanto, que o número de desaparecidos poderá chegar a um total de 10 mil.
Na Província de Iwate 2.583 mortes foram confirmadas, sendo que 4.874 permanecem desaparecidas. Em Fukushima, morreram 670 pessoas e outras 4.503 ainda não foram encontradas.