Tremor pode ter custado ao Japão até US$ 235 bi, diz Banco Mundial

As consequências da radioatividade continuam a atingir a população do Japão, que agora esta proibida de vender leite e dois tipos de verduras produzidos em quatro municípios próximos da central nuclear de Fukushimal. O terremoto e o tsunami que devastaram o pías pode ter custado até US$ 235 bilhões para o Japão, segundo informou nesta …

21/03/2011 09:02



As consequências da radioatividade continuam a atingir a população do Japão, que agora esta proibida de vender leite e dois tipos de verduras produzidos em quatro municípios próximos da central nuclear de Fukushimal. O terremoto e o tsunami que devastaram o pías pode ter custado até US$ 235 bilhões para o Japão, segundo informou nesta segunda-feira (20) o Banco Mundial, através de um relatório divulgado em Cingapura.

O valor equivale a 4% do PIB japonês e o país pode precisar de cinco anos ou mais para se reconstruir. O acidente que matou quase nove mil pessoas, deixou mais de 12 mil desabrigadas e ainda gerou crises nuclear, energética e humanitária, cortará em até meio ponto percentual o crescimento do país em 2011. “Os danos às moradias e à infraestrutura foram sem precedentes”, informa o documento. Os setores mais afetados devem ser o automotivo e o de eletrônicos.