Energia Nuclear no Brasil e construção da Usina de Belo Monte são temas de palestras no Confea

Os problemas que estão sendo enfrentados no Japão em relação à segurança nuclear, após o terremoto que atingiu o país, têm levantado uma preocupação em todo o mundo em relação a esse tipo de energia. Para alimentar não apenas a discussão, mas a busca de soluções para o caso brasileiro, o assessor da presidência da …

23/03/2011 16:07



Os problemas que estão sendo enfrentados no Japão em relação à segurança nuclear, após o terremoto que atingiu o país, têm levantado uma preocupação em todo o mundo em relação a esse tipo de energia. Para alimentar não apenas a discussão, mas a busca de soluções para o caso brasileiro, o assessor da presidência da Eletrobrás Eletronuclear desde 2005, Leonam dos Santos Guimarães, fará uma palestra hoje, às 16h30, no Plenário do Confea, sobre “Energia Nuclear com foco na segurança das usinas nucleares brasileiras”.  A palestra será transmitida ao vivo pelo site do confea: www.confea.org.br

 Leonam dos Santos Guimarães graduou-se em Ciências Navais pela Escola Naval, em 1980, e em Engenharia Naval e Oceânica pela Escola Politécnica da USP, em 1986. Ele possui mestrado em Engenharia Naval e Oceânica pela USP (1991); mestrado em Engenharia Nuclear pelo Institut National des Sciences et Techniques Nucléaires – INSTN, da Universidade de Paris XI (1993); estágio de pesquisa aplicada (attaché de recherche) no Centre d´Etudes sur la Protection Dans le Domaine Nucléaire – CEPN (1994-1995);  mestrado profissional em Ciências Navais pela Escola de Guerra Naval (1996) e doutorado em Engenharia Naval e Oceânica pela Escola Politécnica da USP (1999). Também é autor dos livros “Gestão da Tecnologia e Inovação; um enfoque prático”; “Gerenciamento de Riscos e Segurança de Sistemas” e de diversos artigos nas áreas de engenharia naval, nuclear e de produção.

  A construção da Usina de Belo Monte também será tema de palestra nesta quinta-feira, 24/3, às 16h, durante a sessão plenária do Confea. A apresentação, feita pelo diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, Nelson José Hübner Moreira, será transmitida ao vivo em www.confea.org.br.

 Uma das principais discussões em torno de Belo Monte é o impacto ambiental que pode ser causado com sua construção versus a geração de dos 11 mil MW, tornando-a terceira maior geradora de energia do mundo. Em janeiro deste ano, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu licença ambiental, autorizando o desmatamento de 238 hectares de florestas, para a instalação do canteiro de obras. No final de fevereiro, a Justiça Federal do Pará suspendeu a licença. Uma semana depois, a Advocacia Geral da União (AGU) derrubou no Tribunal Regional Federal (TRF) a decisão que suspendia a instalação do canteiro de obras.

fonte: Confea