Arco de pedra natural com 64 m de extensão é achado no Afeganistão

Pesquisadores da Sociedade Conservadora da Vida Selvagem (WCS, na sigla em inglês) encontraram um arco natural de pedra gigante no Afeganistão. A formação rochosa tem 64 metros de extensão e fica em uma área com 3 mil metros de altitude no centro do país, próximo ao vilarejo de Hazarchishma. O arco foi encontrado no final …

31/03/2011 14:26



Pesquisadores da Sociedade Conservadora da Vida Selvagem (WCS, na sigla em inglês) encontraram um arco natural de pedra gigante no Afeganistão. A formação rochosa tem 64 metros de extensão e fica em uma área com 3 mil metros de altitude no centro do país, próximo ao vilarejo de Hazarchishma.

O arco foi encontrado no final do ano passado pelos cientistas Chistopher Shank e Ayub Alavi, que vasculhavam a província de Bamyan em busca de caprinos e para visitar comunidades locais. O comprimento do arco foi medido em fevereiro de 2011.

A formação rochosa no Afeganistão assumiu o posto de 12ª maior construção natural deste tipo no mundo – antes ocupado por um arco no estado de Utah, nos Estados Unidos. O maior do planeta fica na província de Guangxi, na China, e mede 122 metros de comprimento na base.

O arco afegão conta com camadas de rochas do período Jurássico – entre 200 milhões e 145 milhões de anos atrás – e da época Eoceno – entre 55 milhões e 34 milhões de anos atrás.

Conservação no Afeganistão
O governo local trabalha junto à WCS e à agência federal norte-americana para desenvolvimento internacional (USAID, na sigla em inglês) com objetivo de preservar os patrimônios naturais do Afeganistão. Em 2009, foi criado o primeiro parque nacional em Band-e-Amir, localizado a 100 quilômetros ao sul do arco de Hazarchishma.

Outra ação para estruturar a conservação da riqueza natural do país foi a criação da primeira lista nacional de animais protegidos. A medida proibiu a caça de animais ameaçados como o leopardo-das-neves, o urso marrom e espécies de lobos.