Algodão atinge maior preço dos últimos 140 anos

O algodão está com o maior preço dos últimos 140 anos. Mas a maioria dos produtores rurais não vai sentir essa melhora. É que grande parte da safra, que será colhida somente em junho, já foi vendida e a um valor mais baixo. Em uma reunião concorrida, a Câmara do Algodão discutiu em Brasília, nesta …

03/04/2011 10:19



O algodão está com o maior preço dos últimos 140 anos. Mas a maioria dos produtores rurais não vai sentir essa melhora. É que grande parte da safra, que será colhida somente em junho, já foi vendida e a um valor mais baixo.

Em uma reunião concorrida, a Câmara do Algodão discutiu em Brasília, nesta quinta, dia 31, o futuro da cultura. Baixos estoques mundiais, problemas climáticos que reduziram a oferta do produto e a crescente demanda tanto no Brasil quanto no mercado chinês. Esses fatores fizeram com que o preço internacional do algodão alcançasse esse patamar.

O mercado está pagando US$ 2 por libra/peso. Mas 70% da safra, que começará a ser colhida daqui a dois meses, já foram comercializadas, e a um preço 33% menor.

Já foi vendida antecipadamente a cerca de US$ 0,75 libra/peso. Ou seja, R$ 1,65 o quilo. Então, o produtor precisava se financiar e optou por fazer troca por produtos ou vendas antecipadas mesmo – explica o vice-presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão (Abrapa), João Carlos Jacobsen.

O momento é bom para os produtores se capitalizarem. E até quem precisou vender antecipadamente para comprar insumos ou para financiar a própria produção não deve desanimar.

Eu vejo com bons olhos as safras 2011, 2012 e 2013. Os preços internacionais serão bons. É o momento do produtor realmente ficar com um pouquinho de lucro na cultura do algodão – argumenta Sérgio de Marco, presidente da Câmara Setorial de Algodão.

Não é por acaso que a área plantada no país saltou de 824 mil hectares para 1,3 milhão de hectares, um crescimento de 64% de uma safra para outra.

 fonte: Portal do Agronegocio