Setecs diz que espetáculo não será prejudicado

A Setecs (Secretaria de Estado de Trabalho Emprego, Cidadania e Assistência Social) informou a pouco que suspensão de licitação feita pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) não vão prejudicar a apresentação do espetáculo “Paixão de Cristo”. Nota da assessoria do órgão afirma que montagem do cenário do espetáculo está sendo executada com recursos cedidos …

06/04/2011 19:59



A Setecs (Secretaria de Estado de Trabalho Emprego, Cidadania e Assistência Social) informou a pouco que suspensão de licitação feita pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) não vão prejudicar a apresentação do espetáculo “Paixão de Cristo”.

Nota da assessoria do órgão afirma que montagem do cenário do espetáculo está sendo executada com recursos cedidos pelo Banco do Brasil. Também o pagamento de atores, ensaios e outras atividades que estão sendo realizadas.
Na sessão desta quarta-feira, o conselheiro Antonio Joaquim suspendeu liminarmente a contração de empresas responsáveis pela montagem e encenação do espetáculo.
Joaquim, relator do processo, afirma haver várias irregularidades no processo de licitação que seria realizada amanhã (7), sob o comando da SAD (Secretaria de Administração) e Setecs (Secretaria de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social).   
 
Entre elas, vícios restritivos como o formação de lote único e a exigência de a empresa contratada possuir escritório em Cuiabá.
As apresentações de a “Paixão de Cristo” estão previstas para 13 a 17 deste mês, na Acrimat (Associação de Criadores de Mato Grosso).

fonte: Folha do Estado