Microsoft diz ter aprendido lição após “fiasco” de updates do WP7

A Microsoft não havia percebido o quanto os smartphones são diferentes de PCs até surgirem os recentes problemas com as atualizações do seu sistema móvel Windows Phone 7, disse o vice-presidente da divisão WP7 da empresa, Joe Belfiore, durante sua keynote no evento MIX11. A fabricante possui anos de experiência liberando atualizações do seu sistema …

14/04/2011 10:45



A Microsoft não havia percebido o quanto os smartphones são diferentes de PCs até surgirem os recentes problemas com as atualizações do seu sistema móvel Windows Phone 7, disse o vice-presidente da divisão WP7 da empresa, Joe Belfiore, durante sua keynote no evento MIX11.

A fabricante possui anos de experiência liberando atualizações do seu sistema Windows para computadores feitos por empresas como HP e Dell. Mas, segundo Belfiore, os aparelhos feitos por fabricantes de telefones e operadoras possuem algumas diferenças essenciais.

“Encontramos problemas na maneira como o update estava sendo feito nos telefones em razões de coisas que não havíamos antecipado”, disse o executivo. “Os telefones são diferentes, de várias maneiras, e acho que agora entendemos.”

No caso de smartphones, os fornecedores acabam tendo um papel maior na customização e otimização do uso do sistema operacional principal. Isso resulta em problemas de fabricação diferentes daqueles comuns aos computadores.

“Tentamos melhorar a equipe que cuida dessa infraestrutura”, disse. “Adicionamos pessoas, aumentando assim o staff para nos certificarmos de atender a demanda o mais rápido possível. Esperamos conseguir resolver esses problemas surgidos com as atualizações do sistema e ficarmos bons nisso para não acontecerem mais problemas no futuro.”

Há algumas semanas, Belfiore afirmou publicamente que a maioria dos usuários do WP7 havia recebido o update de fevereiro, para depois dizer “eu estava errado” durante o evento MIX11.

Alguns usuários receberem suas atualizações antes que outros, mas o executivo disse que é preferível fazer todos esperarem.

O sistema Android, da Google, passa por um processo parecido, com as operadoras e fabricantes de celulares liberando atualizações em datas diferentes para usuários de aparelhos distintos. Mas os updates do Android ficaram muito mais suaves que os da Microsoft.

Belfiore afirmou que a Microsoft prometeu adicionar o recurso de “copiar e colar” ao Windows Phone 7 no início deste ano, mas que isso acabou sendo adiado. “Agora está sendo liberado”, disse. “Mas ainda não está disponível para todos, porque algumas operadoras ainda fazem testes.”

“Estamos muito otimistas de que vamos passar por esse processo de aprendizado e que não vamos mais enfrentar esses problemas no futuro”, reafirmou o executivo.

 fonte:UOL