Saiba onde fazer a declaração do IR/2011 de graça

O prazo para entregar a declaração do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) 2011 termina em dez dias – no dia 29 de abril. Se você é daqueles que deixam para enviar o documento na última hora e ainda tem dúvidas para preencher a declaração, não se preocupe: algumas faculdades e universidades de São …

20/04/2011 10:45



O prazo para entregar a declaração do IRPF (Imposto de Renda de Pessoa Física) 2011 termina em dez dias – no dia 29 de abril. Se você é daqueles que deixam para enviar o documento na última hora e ainda tem dúvidas para preencher a declaração, não se preocupe: algumas faculdades e universidades de São Paulo oferecem orientação gratuita nos últimos dias do período para o envio.

A Unicid (Universidade Cidade de São Paulo) reedita o Plantão Fiscal até um dia do fim do prazo – até dia 28 de abril. Nesta quarta-feira (20), quem tiver dúvidas também pode procurar a universidade. Vale lembrar que é necessário o cadastramento prévio antes de procurar a instituição.

Em troca do serviço, a Unicid pede a doação de leite em pó ou fraldas geriátricas, que serão doados a Instituição Casa Betinho, que cuida de crianças com paralisia cerebral.

Os alunos de ciências contábeis da Uninove (Universidade Nove de Julho) também vão atender a população gratuitamente na terça-feira (26) e na quinta-feira (28). A orientação será feita no campus Barra Funda, zona oeste de São Paulo, e, em troca, a instituição pede 1 kg de alimento não perecível.

A Universidade São Judas também disponibiliza atendimento para quem tem dúvidas com o Imposto de Renda nesta quarta-feira (20), na segunda-feira (25) e terça-feira (26), sempre das 19h30 às 21h. Em troca, os contribuintes deverão doar 2 kg de alimentos não perecíveis (menos sal), que serão doados a entidades assistenciais.

Para conseguir o atendimento, os interessados precisam levar uma lista de documentos (veja relação abaixo) e um pen drive ou CD para fazer a gravação das informações.

Veja o que você precisa levar para conseguir orientação gratuita

– Cópia da declaração do ano anterior;
– Informe de rendimentos, salários e aposentadoria;
– Informação de rendimentos e aplicação financeira (carta enviada pelos bancos);
– Comprovantes de compra e venda de bens (imóveis, veículos, etc.);
– Carnê Leão (Rendimento Pessoa Física);
– Comprovantes de pagamentos: médico, dentista, fisioterapia, seguro-saúde, advogado, escolas e doações
– Carnê INSS (Autônomo);
– Documentos Pessoais (Título de Eleitor, CPF, RG);
– Comprovante de Residência: (Endereço, CEP, Fone);
– Empréstimos;
– Rendimentos isentos;
– Rendimentos recebidos de pessoa física (Nome, CPF, valor);
– Rendimentos de aluguel (nome, CPF, valor);
– Relação de dependentes com CPF deles.

É obrigado a declarar o Imposto de Renda o contribuinte que teve rendimentos tributáveis superiores a R$ 22.487,25 em 2010.

Até as 18h da última terça-feira (19), só 11,318 milhões de contribuintes tinham enviado a declaração, segundo balanço da Receita.

Isso representa menos da metade das 24 milhões de declarações que a Receita espera receber neste ano – praticamente o mesmo volume de 2010 e 2009.

fonte: R7