Confrontos continuam em Misrata apesar do anúncio de tréguas

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Líbia, Khaled Kaim, assegurou no sábado que as forças governamentais suspenderam as operações em Misrata, 200 quilómetros a leste de Tripoli, transformada no palco de guerrilha urbana dentre os rebeldes e as tropas do regime. Esta suspensão tinha como objetivo permitir aos líderes tribais encontrarem uma solução pacífica, explicou …

24/04/2011 09:11



O ministro dos Negócios Estrangeiros da Líbia, Khaled Kaim, assegurou no sábado que as forças governamentais suspenderam as operações em Misrata, 200 quilómetros a leste de Tripoli, transformada no palco de guerrilha urbana dentre os rebeldes e as tropas do regime.
Esta suspensão tinha como objetivo permitir aos líderes tribais encontrarem uma solução pacífica, explicou Khaled Kaim, garantindo que estes estão “determinados a resolver o problema no prazo de 48 horas”.
No entanto, as agências internacionais dão conta que às primeiras horas de domingo a cidade foi varrida por rajadas de foguetes Grad e que são constantes os disparos de armas automáticas.
Um combatente rebelde confirmou à agência France Press a existência de confrontos, adiantando que por vezes “se batem contra homens de uniforme do exército e outras vezes contra homens à civil”.
“Há agora combatentes tribais que vieram do sul”, acrescentou.
Sábado foi o dia mais mortal desde o início dos combates em meados de fevereiro, tendo causado pelo menos 28 mortos e uma centena de feridos dos dois lados do conflito.

fonte:SIC